segunda-feira, abril 24, 2006

Ninguém merece perder o Sorriso...

Imagem de Geoffroy Demarquet

Durante anos vítimas e agressores conviveram numa cumplicidade aceite pela própria Sociedade. Quem ousasse manifestar o seu repúdio era vista com maus olhos e de vítima, passava a acusada, por aqueles que querendo encobrir o agressor acabavam por se tornar cúmplices também…
Presentemente a tomada de consciência para a violência doméstica é vista com outros olhos, levando a vítima a defender-se, mesmo que a muito custo…
- Ninguém Merece Perder o Sorriso - é um trabalho de uma equipa e pode ser visto
aqui

Neste desafio (que desde já agradeço) da Isabel Filipe, quero recordar também a violência sobre os animais. Esses, não conseguem defender-se sozinhos! E cabe a todos nós, impedir também essa violência.
Aproxima-se o verão e as férias. E também, o número gritante de animais abandonados e maltratados…

A Xana sobreviveu...

É contra ESTA violência também, que ergo a minha voz. Juntemo-nos a todos aqueles que lutam diariamente por Amor àqueles que são, os nossos Melhores Amigos…
Vai aqui e aqui (dois entre muitos)...adere e divulga...
Passo o meu testemunho a...
Elise
Maresia
Wakewinha

Diz NÃO a qualquer tipo de violência…

Um abraço a todos...

58 comentários:

Ana Sobral disse...

Como é possível????!!! Nem tenho palavras o que acabei de ler lá no Blogger. Inacreditável mesmo!!!

Isabel-F. disse...

Oi Marota,

Obrigada por teres aceite o meu desafio. Adorei o teu Post. Ficou soberbo...e assino por baixo das tuas palavras. Parabéns.

Beijokitas amigas

Delfim Peixoto disse...

A minha doce pastora alemã se visse isto...bem..daria uma boa mordidela em quem o fez...e eu também
bjnhs doces

wind disse...

Boas causas! beijos

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Deixo um beijo ao sabor do vento e votos de um bom feriado :)

Era uma vez um Girassol disse...

Tens razão, Marota, qualquer tipo de violência é ignóbil!
Pela Paz...sempre!
Bjinhos

Anamargens disse...

Não confundo gente com animais mas, cá em casa, há um pastor alemão bem tratado. Até um bocadinho mimado.
Falemos em nome dos que não têm voz, de todos os que não têm voz.

jgonçalves disse...

Infelizmente os casos de violência doméstica não são tão raros assim e muitos deles ainda permanecem encerrados entre as paredes do lar.
Situações há ainda, em que o encolher de ombros por parte das autoridades vocacionadas para a defesa das vítimas (assistentes sociais em particular) se traduz numa inoperância gritante com contornos maquiavélicos.
Sobre os animais, companheiros de tantas alegrias e verdadeiramente os nossos maiores amigos, acabam por pagar as vaidades de quem sem estofo para tal, assume em nome de uma qualquer “moda” a companhia de um animal, para na primeira ocasião o jogar no “lixo” sem remorsos.

zaratrusta disse...

realise o sonho

Anónimo disse...

É esta a Liberdade que se apregoa? Terrivel!!! Como é possivel fazer isto???

mixtu disse...

Eu também digo NÃO,
ou melhor digo sim, sim aos animais e como os tenho em quantidade :), mas também tenho condições para isso,
beijos e viva a liberdade

António disse...

Olá, MM!

Violência doméstica!
Acho que a sociedade já está desperta para a necessidade de derrotar esta praga.
Penso que a recente revisão do Código Penal é muito mais penalizadora dessas situações.
Mas atenção aos fundamentalismos!
Dar uma chapada num filho não é violência doméstica!

Quanto à questão dos animais, penso que ainda impera muito radicalismo nas perspectivas que são veiculadas.
Deixemos assentar a poeira e agir com bom senso.

Obrigado pela tua visita.
E digo-te uma coisa: se os homens não falarem de futebol e política não o vão fazer de poesia; falarão de mulheres...eh eh
Tu sabes!

Beijinhos

JL disse...

Não deixemos que esmoreça a voz da nossa consciência. Também eu, há tempos, fiz referência ao flagelo da violência doméstica.
Boa semana

Catarina Pati disse...

Ola,
Felizmente que existem pessoas com coragem para fazer frente à violência, à intolerância, ao racismo, à exclusão social, atraves de associações.
Ainda que por vezes pensemos que pouco serve, que tudo isso tem tendencia a aumentar e que as associações so actuam num pequeno meio, acredito que cada associação é um elo de uma corrente e que se as apoiarmos tornamos essa corrente forte o suficiente.
Obrigado pela visita ao meu blog, prometo voltar aqui;
um abraço,

Henrique Santos disse...

Olá,
Tens toda a razão!! GRITEMOS O NÃO À VIOLÊNCIA!!!
Estou quase bom... falta só um bocadinho... assim...
abraço, Ricky

zecadanau disse...

25 Abril de 2006

Um abração de solidariedade e fraternidade universal nesta data memorável.

Zeca da Nau

Teresa David disse...

Obrigada pela sua visita ao meu blog, e correspondendo vim até aqui ver o conteúdo deste blog, esta causa é das gosto de defender, e gostava de focar um aspecto, por vezes bem dramático, que é a violência psicológica, que afecta tantas relações, e que infelizmente não deixa marcas na pele para mostrar á polícia, mas vai minando e destruíndo quem dela é alvo.
Bom feriado e que a liberdade reconquistada em Abril não seja nunca mais coarctada, pelo que teremos de estar sempre atentos e vigilantes, pois existarão sempre os verdugos e inquisidores sociais.
Um abraço
Teresa David

canela_e_jasmim disse...

É para ti, meu filho,que hoje canto !
Canto por já não teres de forrar livros a papel pardo.
Canto por não teres de esconder os teus poemas.
Canto por não teres sido obrigado a matar.
Canto por não teres sido preso.
Canto por não teres sido torturado.
Canto por não teres sido obrigado a fugir.
Canto por não teres sido morto.
São para ti, meu filho,
os cravos do poeta,
os cravos de Abril !
Porque estás aqui,
vivo e feliz :
LIVRE na tua escrita!
Escrevo em memória da dor e das lágrimas de todas as mães, que, ao contrário de mim, não tiveram a felicidade de dar á luz depois do 25 de Abril.

canela_e_jasmim disse...

É para ti, meu filho,que hoje canto !
Canto por já não teres de forrar livros a papel pardo.
Canto por não teres de esconder os teus poemas.
Canto por não teres sido obrigado a matar.
Canto por não teres sido preso.
Canto por não teres sido torturado.
Canto por não teres sido obrigado a fugir.
Canto por não teres sido morto.
São para ti, meu filho,
os cravos do poeta,
os cravos de Abril !
Porque estás aqui,
vivo e feliz :
LIVRE na tua escrita!
Escrevo em memória da dor e das lágrimas de todas as mães, que, ao contrário de mim, não tiveram a felicidade de dar á luz depois do 25 de Abril.

Carlos disse...

Fragmentos…..

Aqui deixo uns fragmentos, aguardando colaboração para os complementar e completar.

Considero que a tua opinião, a tua vivência é importante, por isso o desafio.

Aceita-o …..

As relações amorosas têm muitas versões,

manuel disse...

Se vivemos este tempo sem a Terra de Solidariedade que em Grândola Zeca cantou, isto de viver não vale a pena.
Sofrer com, para melhor combater o sofrimento das pessoas, dos animais, de tudo o que respira vida, essa, acho eu, deve ser a nossa luta.

maat disse...

A Paz é um objectivo a alcançar.
Não à violência!

Muito importante a solidariedade entre todos.
parabéns.


Obrigada,


***maat

Maria Costa disse...

Doi esta imagem.
NÃO A QUALQUER TIPO DE VIOLÊNCIA!

Obrigada.

(p.s. - quanto à questão que me colocou as fotos que suponho referir-se são as que estão no blog "de que o mundo é feito", não são da minha autoria. Clicando sobre as mesmas estão identificadas, é belissimo todo aquele conjunto de fotos pela autora do blog selecionadas.)

Obrigada mais uma vez.
Beijinhos.

Isabel José António disse...

Um grande abraço e a nossa solidariedade com todos aqueles que sofrem! Acho muito bem defender tanto os humanos como os nossos melhores amigos, os animais! Além disso, estudos psicológicos provaram que, quando há pessoas que têm tendência a brutalizar animais, frequentemente também se transformam em algozes dos humanos. Há, portanto, uma origem comum à questão da violência, e isso porque as pessoas perderam a ligação à Terra e à Natureza e esqueceram que todos os Seres provém de uma única Fonte de Vida! Cada SER merece o respeito e o carinho de todos os humanos.

Um muito obrigada por ter trazido esta temática!

Isabel

PS - Obrigada pela visita ao nosso blog, é sempre bem vinda!

A Rapariga disse...

Essa gente mete nojo!
Beijos

Bífido disse...

eu sou um pacifista, só dou palmadinhas d'amour :P

Elise disse...

olá amiga, espero que estejas bem. já respondi a este desafio aqui: http://lettersfromelise.blogspot.com/2006/04/desafio-solidrio.html. mas obrigada por te lembrares de mim! forte abraço!

canela_e_jasmim disse...

Desculpa pelo comment ter sido publicado duas vezes, erro que não sei explicar.
Desejo-te boa noite e parabéns pela apresentação deste tema, que nos deve sensibilizar a todos.
Bjs. :))

lazuli disse...

digo como a still, essa gente mete nojo.
A internet tem destas coisas, elos que ligam às boas causas, nas quais devemos sempre estar presentes.
Façamos destes dias da história, dias de solidariedade pela paz, pela não violência seja de que espécie for, incluindo a psicológica que é das mais trágicas e muitas vezes sofrida em silêncio, incompreendida e quantas vezes mal aceite.

Beijos, muitos...

Fernando Bravo disse...

Como é importante falar nestes flagelos... Realmente, ninguém merece perder o sorriso.
Nem os animais, que sorriem à sua maneira :)

José S. disse...

Uma imagem vale mais que mil palavras, é uma frase tão vulgarizada mas tão actual. Só com imagens dramáticas como estas se consegue transmitir até onde pode chegar a brutalidade humana. Somos uns monstros!

Anónimo disse...

ate chorei ao ver as imagens!
nao suporto a violencia que fazem com os animais!
quem é que é mais animal? quem?!
os ditos racionais?
Lara

maresia_mar disse...

Olá Kida,
acabei de responder a um desafio da Elise, mas tenha um bocadinho participarei no teu.. Bjhs e boa semana

antonior disse...

BEM HAJAS!
Só poucas palavras: Esta luta é minha, também. Sou integralmente solidário. Todas as minhas capacidades estão ao dispor.
QUE TODA A VIOLÊNCIA E ABUSO SEJAM TRAVADOS! SEM LIMITES NEM FRONTEIRAS! FIM À INTOLERÂNCIA E À CRUELDADE!
Construamo-nos no respeito pelo próximo e por tudo o que nos rodeia.

Wakewinha disse...

Minha querida amiga e afilhada, é isto que nos une, a capacidade de ver para além do que os outros vêem, a capacidade de lembrar aqueles que ninguém lembram! Ainda bem que a Xana sobvreviveu. Infelizmente são raros os casos em que isso acontece, e muitos morrem nas mãos de brutos e idiotas que se auto-intitulam de racionais!

Quanto ao desafio, apesar de já o ter aceite antes, nunca é demais, e assim que puder vou lembrar outra associação!

Para ti um beijinho enorme cheio de carinho*

AS disse...

Deixa-me juntar a minha voz á tua minha Amiga!... acabe-se com a desumanidade!...


Um abraço grande

menina graça disse...

Lembras muito bem dois tipos de violência que assumem, por vezes, aspectos horríveis. Toda a violência é condenável.
Bjs

Miguel disse...

Não ...
Chega!

Bjks da matilde

Papoila disse...

Vim retribuir a tua visita ao meu blog. Gostei bastante do teu e contigo digo NÃO a qualquer tipo de violência. Por uma sociedade mais solidária e fraterna. Pela paz. Pelo nosso planeta. Beijo

manuel disse...

O que escreveste no blog da Enquanto eu não volto não é solidário:
É terno.
Tanta doçura só pode vir de alguém com alma grande, mente atenta,
BRAVO.

Elise disse...

bom dia! :)

Pink disse...

Olá! Já estava com saudades de te visitar! Tenho andado meio fugida ...
Estou contigo neste apelo contra a vilolência - uma causa que devia ser mais visível no dia a dia e na comunicação social!

Um beijo

Guerreiro da Luz disse...

"A Paz em ti ajudará a fazer-se a Paz no Mundo" (JA/DPF)

boleia disse...

não, não, não e não! e nunca são "nãos" demais! obrigada por esta iniciativa!

lobices disse...

...vim deixar um beijinho :)*

augustoM disse...

Com um monte de pequenos nãos, faz-se, a pouco e pouco, uma grande montanha de Sins.
Um beijo. Augusto

Barão da Tróia II disse...

Sabes eu não concordo com a violência, mas por vezes quando vejo certas coisas, fico capaz de enviar muita alma para o Purgatório, sem me custar nada.
bom fim de semana

anamargens disse...

Vim deixar um beijinho à Menina, desejando BFS.

Pamina disse...

Subscrevo as tuas palavras contra a violência.
Tem um bom fds. Beijinhos.

canela_e_jasmim disse...

"Quanto mais conheço os homens, mais aprecio os animais"
"Os animais são de Deus, mas as besteiras são dos homens."
Victor-Hugo

Manel do Montado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Manel do Montado disse...

A violência...essa manifestação da bestialidade humana, gratuita, sem direcção...
Remédio? A inversão dos papéis!
Quanto aos animais...sem palavras. O homem, "espécie superior", caminha para a destruição do que controla e mesmo assim destrói. Sinto-me cansado e esta música reconforta mas traz recordações de violência, com tudo...
Dorme bem amiga, na paz da noite e dos homens.

Klatuu o embuçado disse...

Ainad bem.

Anónimo disse...

www.tudoparafalar@blogspot.com

Anónimo disse...

Bom eu tenho uma fox paulistinha a Kyara de 7 anos! Eu não suporto ver animais morrerem nas mãos de certos monstros soltou por ai!Isso é revoltante!!!!!

Anónimo disse...

ESSES FILHOS DA PUTA SE EU APANHO ALGUM HOMEM A FAZER AOS MEUS OU AOS OUTROS CAES E ELE QUE MORRE OU VAI PARAR AO HOSPITAL NEM QUE LHE TENHA DE DAR MURRO OU HOMEM OU MOLHER. PORQUE SE TAMBEM FOSSEM ELES NAO QUERIAM SEQUER TAR NA PELE DOS ANIMAIS QUE PASSAM POR ISSO.SE EU PODESSE TER TODOS OS ANIMAIS QUE EU QUISSE-SE SO OS METIA FORA QUANDO MORRESSEM. E QUANDO FOR GRANDE VOU PRA VETERINARIA, E QUEM SABE DEPOIS NAO POSSO FICAR COM OS ANIMAIS QUE EU QUISER ASSIM GASTO DINHEIRO BEM GASTO NAO VOU GASTAR EM OUTRAS COISAS QUE NAO NECESSITO. DE ANA SANTOS LOMBOMEAO

Filóbonecas disse...

Tadinhos....Que mundo triste o nosso que não respeita os nossos animais.Todos os seres vivos merecem o nosso respeito.Adoro animais.

Anónimo disse...

Obrigada por ser mais um graozinho de areia nesse deserto de amor.
Rezemos a Deus para que todos os corações se encham de amor por todas ascriaturas de Deus.
Eu amo os animais...
Eu amo as plantas...
Eu amo as pessoas...
E peço a Deus que os seres humanos acordem logo e possam sentir como é bom esse sentimento.

anaolive / Brasil