sábado, abril 04, 2015

Páscoa 2015

Não sei se algum dia encararei a Páscoa com os mesmos olhos de anos anteriores.

Educada num ambiente cristão a Páscoa para mim tinha um significado associado a todas as coisas que, provavelmente, as crianças vêem nela. Não somente a parte religiosa mas aquela parte pagã de festa e guloseimas.

A Páscoa era associada à Ressurreição que desde a catequese me tinham ensinado apesar de, confesso, muitas vezes a ter contestado em jovem, mas isso são outros assuntos.

Hoje a Páscoa tem um outro significado e sempre a associarei à morte física de alguém com quem comunguei os últimos anos de vida.

Faz um ano que o JP (meu marido) faleceu. Precisamente no Domingo de Páscoa.

Se não foi fácil falar da doença, muito menos o é da morte. Mas ela aconteceu. E eu pouco a pouco fui-me capacitando disso. Páscoa para mim já não é a morte de Cristo e a sua Ressurreição. Páscoa para mim é o desaparecimento físico da pessoa a quem jurei um dia, num acto solene, cuidar dela até que a morte nos separasse.

Nos meus sentimentos, parece que foi ontem. Mas já passou um ano. E, a vida, nem parece que continuou, mas continuou.

Que a vida vos proporcione, em cada Páscoa, um continuar da Felicidade que todos desejam.


9 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Boa dia

Que esta Páscoa seja de renovação e Paz!
Feliz Páscoa
Beijos doces.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Graça Pires disse...

Minha querida, este dia vai estar sempre associado a essa ausência...
Mas agora o Luca continuará a dar-lhe outras alegrias. Uma Páscoa com conforto, amiga.
Um beijo.

Delfim Peixoto disse...

Obrigado. Boa Pascoela pois já é Segunda. Beijo.

LÍRIO SELVAGEM disse...

O seu texto entristeceu-me...
Lembrei-me de algo... foi há um ano também...

© Piedade Araújo Sol disse...

MM

um texto triste e emocionante, mas, desculpa que diga, a partir do ano passado a Páscoa será sempre associada a essa partida do JP.
nunca mais será a mesma, nunca mais..
deixo um abraço de carinho e um
beijo

:(

Antonio Batalha disse...

A vida nos guarda muitas surpresas uma boas outras nem tanto ou mesmo ruins, sei o que é isso de ver partir os que amamos, mas claro como mesmo disse a vida continua.
Tudo bom para si.
Beijo.
A Verdade Em Poesia.

Antonio Batalha disse...

A vida nos guarda muitas surpresas uma boas outras nem tanto ou mesmo ruins, sei o que é isso de ver partir os que amamos, mas claro como mesmo disse a vida continua.
Tudo bom para si.
Beijo.
A Verdade Em Poesia.
Vou enviar outra vez porque esqueceu-me desse código.

SOL da Esteva disse...

Minha Querida Amiga

Nas palavras de dor e, também, desalento, é notória a permanência do Amor vivo; verdadeiramente, muito vivo.
Quem sou eu para te dar conselhos de pregador?
Estou seguro que podes (deves) fazer dentro de ti, a verdadeira Ressurreição presencial, não física.
O conforto no acreditar é imenso.
Se sentires, ao teu lado, a presença Espiritual que existe, é um alento e força que não deves menosprezar.
Assim, (entendo) tomarás um outro renovado Caminho, com mais alegria e menor sofrimento, sem o sentimento de solidão.
Te auguro (e desafio), do coração, a conquista desse horizonte.


Beijos

SOL

Uouo Uo disse...

thank you

سعودي اوتو