sexta-feira, março 05, 2010

Um livro que dava uma verdadeira Novela...

Entre a ficção e a realidade, entre o sonho e a realização desse sonho, vai um espaço que gosto de percorrer, descobrindo a sensibilidade de cada autor e o que as suas palavras provocam no meu sentir.

Ler “Por Tentativa e Erro” da Teresa Cunha, foi uma verdadeira aventura.

É essa aventura que em breves trechos vos convido a ouvir
aqui no Sons da Escrita onde o José-António Moreira “empresta” o fascínio da sua voz na leitura ousada de excertos de um livro surpreendente.

Esta licenciada na Universidade de McGrill em Ciências Políticas numa forma sui generis traça o percurso semi-biográfico da sua carreira profissional no Alto Comissariado das Nações Unidas, relatando as muitas atribuladas situações porque passou no desempenho da sua missão.

De uma forma despretensiosa, diria quase com certa humildade, dá-nos o relato real de uma luta diária, entre culturas completamente diferentes da sua, num humor que só um grande escritor poderia equacionar.

“Por Tentativa e Erro” é o relato, em 246 páginas, da vivência de uma Portuguesa que em vários Países acompanhou as mais recentes guerras sobretudo em África e nos Balcãs e que termina assim:

Imagem: Teresa Cunha

“…Depois de me ter revisto perante o tempo que já gastei devolvo-me à minha memória de mim mais inteira e quase certa, de que tudo o que sou e sei, me veio por tentativa e erro, ... e no que diz respeito a métodos de aprendizagem ainda agora não me ocorreria outro melhor.
Já dizia o Poeta que para contar a sua vida bastaria dizer que entre o primeiro e o último, todos os dias foram seus.. Ao retomar posse dos meus dias eu leio na prosa dos anos e nas entrelinhas da experiência revisitada, a letra simples dum fado que eu decerto mereci e cujo refrão insiste em levar-me precisamente de volta ao meu ponto de partida.
Talvez eu nunca venha a ser mais feliz do que já fui e nem sequer tenha mudado muito desde o dia em que trouxe aquilo com que nasci para a vida que se quis minha ... mas curiosamente é aí que eu encontro o meu maior conforto ...


.. e descubro até um enorme alívio cómico ...
. . ou quem sabe, kármico,
.. nessa ironia.

(excerto in, “Por Tentativa e Erro” de Teresa Cunha)

14 comentários:

Eduardo Aleixo disse...

Grato pela divulgação e bom fim de semana. Abraço.

Maria Valadas disse...

Um livro que gostaria de ler.

Obrigada Otília, pela divulgação deste livro e sua autora.

Beijinhos.

Júlia Coutinho disse...

No ano em que se comemoram 100 anos sobre a institucionalização do Dia Internacional da Mulher é bom que se conheçam algumas mulheres que só nos dignificam.
obrigada, minha amiga.
beijinhos

Teresa Cunha disse...

Queridos amigos/as, agradeço imenso o vosso interesse mas decerto o texto parece melhor graças á belíssima leitura do José António Moreira, ..seja como for para mim foi 1 prazer enorme escrever este "livro" e tenho tido bom feedback.
Para os que tiverem interesse em adquiri-lo eu sugiro sempre a Bulhosa, porque mesmo qdo esgota o stock rápidamente o disponibiliza de novo, aparte disso penso q qqer livraria o pode pedir directamente á Chiado Editora.
Muito Obrigada a todos e sobretudo à nossa Menina Marota q tão incansavel é nestas coisas!!
Mts bjs!!

Anónimo disse...

Tinha verdadeiras saudades das tuas partilhas sempre tão bem escolhidas.
Amei demais todas as gravações de um site que desconhecia por completo.
Feliz Dia da Mulher!!!
BJS
João

Ana Tapadas disse...

Obrigada pela divulgação.
bj

poematar disse...

Bela atitude essa divulgação. Um abraço.

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
A menina tem andado desaparecida.

Vim e aproveito para desejar um optimo DOMINGO

Carpe Diem

Anónimo disse...

o teu altruismo não tem llimites. AMEI!!!!!!!!!!!!!!!
Catarina

Eduardo Leal disse...

Olá!

Passei por aqui para sugerir que me visites para poderes ficar a par do lançamento do meu livro "como um rio".
É já no dia 20, no Porto e no dia 28 em Lisboa.

Conto com todos!

Teresa Durães disse...

olá, hoje venho fazer-te um convite para passares lá no Voando.

Carmem L Vilanova disse...

Feliz Dia da Mulher, amiga!
Muitos beijos, flores e lindos sorrisos... sempre!

Pena disse...

Estimada Amiga:
Fascinante. Genial. Maravilhoso.
É o que penso.
Escreve com um encanto gigante.
Parabéns sinceros.
Com respeito e estima gigante.
Sempre a admirá-la

pena

É, puramente, Divinal!
Linda.
Bem-Haja, fabulosa poetiza de sonho!
Adorei.

Xoniz disse...

Fiquei muito curioso. Obrigado pela informação. Bj