sexta-feira, outubro 10, 2008

"Escolhas" - Convite



Sei-me vagabundo
Poeta à solta
Esfarrapado
De olhar dentro dos outros.
Não sei ser de outra forma...
.
Sei-me perdido e só
Por entre todas as maravilhas da vida
Da que faço todos os dias
Das lágrimas que me escapam porque também sou rio
Das ondas que gritam o meu peito
Dos vendavais das feridas
Do mel da ternura...
Da minha voz sai tudo o que sou.
.
Por isso não páro de cantar...

13 comentários:

fj disse...

vou tentar conhecer melhor a obra do Pedro....
bom fds menina
bjs.

Ps: obrigada pelo destaque do meu blog(100maisnemenos) na tua página.

Anónimo disse...

Uauuuuu o Pedro Abrunhosa apresentar um livro????? vai ser de entrondo!!!! Tb kero ir!!!!
Kissss

TINTA PERMANENTE disse...

Parece-me que a Poesia ficaria a perder se o poeta parasse de cantar...


abraços!

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Domingo???


ninguem apresenta um livro ao domingo!

lol


a ver vamos;)


beijinho

João Cordeiro disse...

Obrigado pela visita e pela informação.


JC

aflores disse...

E tu não paras de divulgar;)

Bem hajas.

☆Fanny☆ disse...

Que pena ser tão longe!!!

Parabéns!

Beijinho
Fanny

Luis Eme disse...

bonito...

abraço MM

Tony Madureira disse...

Olá,

Lindo!


Abraço

José disse...

Boa semanada

Paula Raposo disse...

Gosto de ler o Pedro! Beijos.

José Miguel Gomes disse...

Gostei do que li... Mas mais ainda, gostei dos comentários que deixaste no meu blog, muito obrigado.

Fica bem,
Miguel

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!
Aproveito o comentário para perguntar-lhe como é isso que creio que falou de poesia experimental.
A minha postagem anterior era, precisamente, disso.
Cumprimentos