domingo, novembro 12, 2006

...uma mulher


Imagem de autor desconhecido


Totalmente Herética.
Absolutamente hermeticamente.
És a corrente eléctrica
que subverte a métrica.

Vejo uma mulher distante amante
lutando contra o tempo desviante
uma mulher de células diamante
e oráculos védicos bramante...

uma rubra submérsica corrente
entregue aos ritos áuricos da mente
que me procura e eu busco demente
entre sonoras sombras manualmente!

uma mulher de súbitos desvios
de onde nascem tumultuosos rios
e se perfilam beijos desvarios
em sexos sanguíneos delírios!...

uma mulher de hoje e de infinitos
saberes de que se fazem mitos.

(Poema de Ernesto M. de Melo e Castro)

24 comentários:

mares-e-maresias disse...

Um poema fantástico num domingo também ele soberbo.
Beijinhos. Bom domingo.

Vermelho disse...

Amo vermelho...Não há assunto mais interessante e rico que este de escrever sobre a mulher, querida, ainda que ele às vezes rime mais com dor do que com prazer... Beijos e passei aqui correndo porque senti muitas saudades... aliás, sinto sempre.

Ana Sobral disse...

Na Universidade de São Paulo assisti a uma palestra do Professor e nosso poeta Ernesto Manuel de Melo e Castro. De lá trouxe este poema que me foi autografado pessoalmente por ele


todos os poemas são visuais
porque são para ser lidos
com os olhos que veem
por fora as letras e os espaços
mas não há nada de novo
em tudo o que está escrito
é só o alfabeto repetido
por ordens diferentes
letras palavras formas
tão ocas como as nozes
recortadas em curvas e lóbulos
do cérebro vegetal : nozes
os olhos é que veem nas letras
e nas suas combinações
fantásticas referências
vozes sobretudo da ausência
que é a imagem cheia
que a escrita inflama
até ao fogo dos sentidos
e que os escritos reclamam
para se chamarem o que são

ilusões fechadas para
os olhos abertos verem

Poema a Poesia Virtual de E.E. de Melo e Castro

Beijinhos da Ana

Ana Sobral disse...

Me desculpem por favor o erro. só conferi despois É poesia visual e não virtual.
Bjossss

Anónimo disse...

....oooO
....(....)... Oooo
.....)../. ...(....)
....(_/.......)../
..............(_/
....oooO
....(....)... Oooo
.....)../. ...(....)
....(_/.......)../
..............(_/
...... Passei por
......... Aqui e desejo uma boa semana
Beijos

Heloisa B.P disse...

Nem preciso de dizer:MAIS UM BELISSIMO POEMA E UMA IMAGEM IGUALMENTE BELA (pena desconhecer-se o AUTOR!)!... mas, venho agora com um PROPOSITO"PROPOSITADO" DE LHE DIZER ALTO E BOM SOM_OBRIGADAAAAAAA!!!!!!!!
_Ja' la' fui!_agradeci, meio atabalhoadamente! Mas... AQUELE *ESPACO* E' UM MUNDOOOOOOO!!!!!!!!! E... ja' por LA' andei PERDIDA(VI MAIS BELISSIMAS PALAVRAS SUAS ESPALHADAS LA@ NAQUELAS *ALAMEDAS*!!!) sem nenhuma vontade de sair! _GRATA POR ME ABRIR MAIS *ESTA(AQUELA)* JANELA!!!!
VI SUAS MENSAGENS (agora) EM MEU BLOG!
MINHA AMIGA, SEJA AINDA MAIS FELIZ!
BEIJINHO!
Heloisa
**************PS: o "LA': significa AQUI:
http://www.mhariolincoln.jor.br/

PERMITA-ME MINHA AMIGA*, agradecer DAQUI* (mais uma vez) ao Seu AMIGO:*Mhario Lincoln*
.........................

{{coral}} disse...

Olá menina,

Escolha excelente.
Poema,música,imagem,tudo muito envolvente.
Boa semana de trabalho
Beijo
{{coral}}

APC disse...

Interessante, a construção poética.
A imagem foi uma escolha muito feliz.

Peter disse...

Um poema "cantante", ritmado, parece música e termina como só uma mulher o sabe escrever:

"uma mulher de hoje e de infinitos
saberes de que se fazem mitos"

Boa semana

segundavida disse...

Esta mulher penso que seja uma das mulheres de hoje, porque existem ainda as outras, que lutam contra o tempo (como diz a poeta). Um belo poema de um escritor/poeta que penso ser Ernesto Manuel de Melo e Castro, meu conterrâneo (Covilhã), famíliar dos fundadores da Escola Secundária Campo Melo, onde ele estudou e depois muito mais tarde (1974)onde também eu entrei para o secundário. Abraços.

O Sibarita disse...

Olá menina! Que poemão, hein? As mulheres devem estar alegrissimas... O que dizer mais se o poema já diz tudo?

O Sibarita

O Sibarita disse...

Desculpa, vou repetir, porque ao final saiu uma interrogação quando na realidade é uma reticência.

Olá menina! Que poemão, hein? As mulheres devem estar alegrissimas, o que dizer mais se o poema já diz tudo...

O Sibarita

Passo disse...

A geninha escreve mt bem :) bela escolha ... beijos ... deixei um desafio no meu blog se kiseres participar tas a vontade, se nao, tas a vontade na mema

Anónimo disse...

Há muito que não lia Melo e Castro; foi bom revê-lo aqui, comprovando mais uma vez o teu bom gosto e sensibilidade para as escolhas.
Cpmtos do J. N.

Teresa Durães disse...

não conhecia

gostei! boa tarde!

Heloisa B.P disse...

QUERIDA AMIGA*,
Nosso comum (MAS POUCO COMUM...)AMIGO*, Henrique Sousa, cita-A e a Seu Amigo Mhario Lincoln, no Seu novo ESPACO *ORA VEJAMOS*... eu deixei la' resposta, mas BURRA como sou, nao consegui colocar o que queria, como queria e onde queria!Assim, fui terminar "o trabalho" na minha Pagina no MULTYPLY!
Tive ocasiao de AGRADECER A MEU MODO: SIMPLES, aos TRES:A SI* AMIGUINHA< SEU AMIGO MHARIO E AO NOSSO HENRIQUE!
BEIJINHOS!
Desejo cita'-LOS no Heloisa conversando com as Palavras mas estou com problemas de acesso a esse blog (entre outros problemas...)!
_FIQUE BEM E FELIZ!
Sua dedicada,
Heloisa
************

António Melenas disse...

Todos os poemas são visuais e eu diria mesmo: sensoriais, pois são ppara serem lidos (sentidos) por toos os...sentidos, precisamente
Boa escolha. Como senpre
bjs
António

asminhasbijuterias disse...

vim vesitar-te e deixar um bj no seu coração.

asn disse...

A maior parte de nós tem dentro de si, na sua alma, algo de poético, não sou dos que se inquietam quando se diz que "de poeta e louco todos nós temos um pouco".
A actividade profissional que me calhou na rifa da vida não me tem proporcionado grandes veleidades para trabalhar a poesia como forma de expressão privilegiada nem sequer sou dotado o necessário.
Mas gosto da poesia. Cada dia que passa, mais e mais...
...
Quanto à nota que deixou no meu blog acerca de Acácio de Paiva.
Deixei lá a resposta à questão colocada, que só podia ser positiva.
Vou passar a ser mais assíduo neste seu cantinho da poesia.

aaron@iol.pt disse...

Uma escolha perfeita. a imagem casa harmoniosamente com o belo poema.
beijinhossss do aaron

Pamina disse...

Olá,

Gostei deste retrato de mulher. Muito interessante o jogo de sonoridades.
Boa semana. Beijinhos.

Daniela Mann disse...

Espectacular!
Beijinhos

In Loko disse...

"Mulher (criatura bi-sexa do cérebro) diversa em mente una... fios de mármore a explorar sob o peso de árvores lanhadas de seiva escorreita... pingos de vida!"... Muito bonito! beijinho

bettips disse...

Obrigada pelas doces/sábias palavras. Tempo negativo, o mais sublime espinho é da Sofia. Mas as tuas escolhas têm o senso que lhes queres dar.Obg