quarta-feira, setembro 20, 2006

Voltarão as escuras andorinhas...


Pintura de Márcio Melo


Voltarão as escuras andorinhas
em teu balcão seus ninhos a pendurar,
e outra vez com a asa em seus cristais
brincando chamarão;

Mas aquelas que o vôo refreavam
tua formosura e minha felicidade ao contemplar,
aquelas que aprenderam nossos nomes...
Essas... não voltarão!

Voltarão as densas madressilvas
de teu jardim os muros a escalar,
e outra vez na tarde, ainda mais formosas,
suas flores se abrirão;

porém aquelas, coalhadas de orvalho
cujas gotas olhávamos tremer
e cair, como lágrimas do dia...
Essas... não voltarão!

Voltarão do amor em teus ouvidos
as palavras ardentes a soar;
teu coração de seu profundo sono
talvez despertará;

porém mudo e absorto e de joelhos,
como se adora a Deus ante seu altar,
como eu te quis... desengana-te.
Assim não te quererão!

(Poema de Gustavo Becquer)

31 comentários:

pitanga disse...

Bom dia! Vai ao Pitanga. As flores também são pra ti.

beijos e flores

Maria Costa disse...

Gostei de fazer esta leitura.

Boa continuação de uma boa semana.

Princesa disse...

Fiquei agarrada ao quadro...
Magnífico. És parte dele!

Beijos

Unicus disse...

Excelente. Gosto da tua poesia e das tuas escolhas.
Vai ao meu blog. Conto contigo.
Beijinhos

AMMedeiros disse...

Belíssimo poema e deslumbrante pintura, excelente e sensível escolha.

Um beijo

Anónimo disse...

Já se forem e já vierem \ As fermosas endorinhas \ Levarem saudades tuas \ trouxerem saudades minhas ! ------------
O verão deste 2006 está mesmo a findar. Aguardemos pela próxima Primavera para assistirmos à entrada triunfante das andorinhas na nossa terra. Deve valer a pena cruzar os céus de paisagens longínquas para fazer o ninho finalmente nos beirais das nossas casas. Boa noite de fim de Verão. Viva pois o Outono ! ANtónio da LOULETANIA

Era uma vez um Girassol disse...

Querida Marota, há momentos irrepetíveis...
Mas outros igualmente belos surgirão e encherão o nosso coração de paz.
Muito bonito este poema!
Beijinho

In Loko disse...

Sempre que por aqui passo MM, fico por instantes longos a ler e reler as tuas escolhas. Bom gosto não te falta, como demonstra este poema lindo de G. Becker... Beijinho.

Antona antonA disse...

Precioso texto,bella imagen
beijos

Isabel-F. disse...

Não conhecia este belo poema. Adorei lê-lo.

Bom fim de semana
Beijinhos

Diogo Ribeiro disse...

Boa escolha para encerrar esta semana, Menina Marota. Gostei muito.

Abraço, bom fim de semana.

A Rapariga disse...

Palavras bem escolhidas.
Não conhecia o autor. Gostei muito.

Bom fim de semana e beijos doces

wind disse...

Desconheço o autor. Gostei do poema:)
beijos

Bernardo da Maia disse...

Sempre um poema bom de se ler, num fim de tarde chuvoso, como adoro estas tardes, ainda mais qd cá venho.......



Bjs de Boa Tarde...:)

maat disse...

Bom fim de semana, Amiga.


Gostei .
Da Poesia e da Pintura.


***maat

DE PROPOSITO disse...

Aqui estive. Li e reli o poema.
Voltarei.
Felicidades, e,
fica bem.
Manuel

Menina_marota disse...

Pedindo desculpa por ter accionado as letras dos comentários, mas o facto derivou-se a um problema que o meu Blog teve e ficou inactivo desde o dia de ontem, tendo perdido os linkes de todos os blogues que me davam o prazer de me visitar. Não sei qual foi o verdadeiro motivo desta perda, mas estou a fazer os possíveis por actualizar todos.
Deixo um abraço a todos os participantes

Teresa Durães disse...

olá boa tarde

tentei cá vir ontem, realmente.. não dava.

Gostei da pintura e do poema.

Li o seu comentário lá no Voando. Conheço os pássaros mas como nunca tive dessa espécie não sei se sobrvivem agora que um está só. Sobrevive? Espero que sim

Bom fim de semana

Miúdo disse...

Bom blog. Boas escolhas artísticas.
Beijos de 5 meninos marotos,
VdR

Peter disse...

Pelos vistos já tens o problema resolvido.

Bom Domingo

Su disse...

hoje andei por aqui..perdi.me nas palavras......
jocas maradas

Leticia Gabian disse...

"...Voltarão do amor em teus ouvidos
as palavras ardentes a soar;
teu coração de seu profundo sono
talvez despertará..."

Belo poema.
Beijos pra ti.

APC disse...

Porque nem tudo volta com o regresso das Estações... Porque são diferentes, as estações do amor... Não se macam no calendário, marcam-se em nós.

A pintura é formidável!

Um beijinho!:-)

APC disse...

* Lol para o "não se macam"!... Bom, haverá amores que levarão à maca, talvez; e há aqueles que não se mancam, também... Mas esses não são amores, mas desamores, lol :-)

Isabel Magalhães disse...

......... esperemos, então, pela primavera!

um bj.
I.

Isabel Magalhães disse...

Olá... de novo!

ontem o blogue esteve em 'outage' aqui por Oeiras.

e ante-ontem, tb.

bj.
I.

PiresF disse...

Gostei. Agradeço.

Um abraço e votos de um excelente resto de domingo.

Ofeliazinha disse...

Venho agradecer a visita, gostei muito de a ter no meu humilde blog. Desejo uma boa semana e deixo o meu abraço.

José Gomes disse...

MM,
Este também...

aaron@iol.pt disse...

Não conhecia o poeta.
A imagem é um espanto!!
Beijinhossss do aaron

Alien8 disse...

Agora sim, consegui ver o blog (mas não ouvir a música).
Um belo poema, e um quadro espantoso a ilustrá-lo.
Uma boa semana!