terça-feira, março 21, 2006

Primavera... Poesia...

…em começo de Primavera, celebro a Poesia… num dos meus poemas favoritos…

Le Printemp by Sandro Botticelli


Vem Primavera.
O jogo dos sexos renova-se
Os amantes encontram seus pares.
Já a mão subtil e conquistadora do amado
Faz arrepiar o peito da rapariga.
Ela tenta-o com o olhar furtivo.

A uma nova luz
A paisagem revela-se aos amantes na Primavera.
A grande altura avistam-se os primeiros
Bandos de pássaros.
O ar já aqueceu.
Os dias são mais longos e os
Prados iluminam-se até tarde.

Desmedida é a exuberância de árvores e ervas
Na Primavera.
Perpetuamente fecundo
É o bosque, são os prados, os campos.
E a terra dá à luz o novo
Sem cuidado.

(Poema de Bertolt Brecht)


56 comentários:

maresia_mar disse...

Olá vizinha
pois a 1ª veio mas não trouxe com ela o bom tempo, pelo contrário, não me está a parecer nada que ela já cá está.. de qualquer forma ela é uma das minhas estações preferidas, e hoje comemora-se também o dia internacional da Poesia que tu tão bem representas neste blog e no post de hoje. Bjhs

Lilica disse...

Estou de regresso e tinha saudades de voçê. Espero a sua visitinha.
Beigussss fofos

Armando Moreira disse...

Olá, bom dia de primavera, aquí nas ilhas chove copiosamente o que não é bom pronuncio de um bom verão, o teu poema deu um pouquinho de sol ao dia cinzento e frio...
Beijinhos Amoreira

MDeus disse...

Menina Marota, que belo poema a lembrar a Primavera que teima em não chegar aos Açores...pois foi com chuva que nós a vimos chegar, mas nunca perdendo a esperança de a encontrar...

Beijinhos e um bom dia.

Elise disse...

ehh, vamos ver se a primavera perde a vergonha e aparece em força-

quanto aos erros do PC, quando são muito frequentes, o melhor é formatar. é aborrecido, mas...

Era uma vez um Girassol disse...

Viva a Primavera e a Poesia num só dia!
Lindo, esse poema de Brecht dedicado à Primavera, das flores, do sol, do amor!
Tudo desperta, tem mais cor, é mais belo...É a minha estação!
Beijokas primaveris

Era uma vez um Girassol disse...

Viva a Primavera e a Poesia num só dia!
Lindo, esse poema de Brecht dedicado à Primavera, das flores, do sol, do amor!
Tudo desperta, tem mais cor, é mais belo...É a minha estação!
Beijokas primaveris

manuel disse...

Escolheste um belo poema, de um grande autor, para celebrar a primavera...

É bom, saber-(te)...

Beijos

BlueShell disse...

Grata. Jinhos muitos e fofos, BShell

Bic Laranja disse...

Soberba celebração! Dêmos largas à vida (que vimos que havia). Muitos cumprimentos!
(Muito obrigado pela sua gentileza e pelo finíssimo comentário com que me brindou).

lique disse...

Toda a celebração da vida, do renascer de cada primavera, nesse poema. Muito bom.
Beijinhos

Sulista disse...

Ora bem! assim é que é ;-)
Viva a Prima-VERA !!!!!!!!!!

Beijinho Grande !

Anamargens disse...

Do Botticelli também me lembrei e usei no meu post.
Poema lindo.
Bj.

Arte por um Canudo 2 disse...

Bom dia Primavera! Lindo poema de Boas-vindas.Há quem chame à Primavera a fecundação da terra...concordo com tudo que esteja associado à vida.Bjs

Tribunal_Beatas disse...

É sem dúvida a Estação mais bonita do ano. Tudo se renova, incluindo a esperança ;)
Beijinhos

diabinho disse...

UAU... k sensações provokas... k hino à primavera... o meu lado selvagem alimenta-se de sensações assim... beijos... naughty girl...

aprendiz de viajante disse...

Muito bem escolhido este poema! Resume o florescer da natureza e dos corações humanos.

A música continua bonita...

Palavra Rasa disse...

Que bela celebração... Todas as épocas deveriam ser celebradas assim... Com poesia, e sobretudo, amor e paz! Belo poema este de Bertolf Brecht.

Vanda Baltazar disse...

E que a Primavera invada a tua vida, os teus olhos e nos teus desejos :)

Gostei muito do teu blog.

Um beijinho

Van

luis manuel disse...

Lido anteriormente :
…e o sonho que ainda comanda as nossas ilusões…


E é pelo sonho que nos vamos.
E é com ele que acreditamos, e desenvolvemos a energia para concretizar aquilo que muitas vezes se julga impossível.

Agora a Primavera.
Tempo de renovação fecunda.
Nova luz para o oceano da vida.

Um abraço

lua branca disse...

Lua Cheia

Amado Senhor,
quantas vezes percebemos
a situação intrigante que acontece
a cada novo mês, no tempo de lua cheia
quando tudo se embeleza, se alegra e clareia
olhares, mãos e corações se encontram sob o luar
anunciando que é tempo de querer bem e de amar.
No entanto, o que muitas vezes podemos comprovar
é um clima de barulho, uma inquietação quase global
da criançada bonita, dos adolescentes e dos grandes
mas há quem não acredite e não queira compreender
que a resposta é benevolência, tolerância e paciência
e não de engendrar intrigas, desamores e brigas feias
prá depois pedir desculpas, curar dores emocionais
fazer sarar melindres e ais do tempo de lua cheia
Que coisa mais linda, neste tempo só de amar,
a singeleza do fazer versos, prosa e arte
nos cantinhos dos clics e do digitar
aguardando a visita ilustre
do planeta Marte!

Cakau disse...

Querida Menina, obrigada pela visita. Há muito tempo que não te visitava e vice-versa. Vim deixar-te um beijinho.

Que a Primavera te encha o coração *

Manel do Montado disse...

Que saudades do teu cantinho, da erudição esclarecida e nunca, nunca vaidosa…exuberante sim, mas esplendidamente conseguida.
A escolha da voz de Pedro Barroso, na minha opinião a voz que melhor canta Portugal, cai como ouro em azul.
Um grande beijo por mais um grande momento que me proporcionaste

Anónimo disse...

Como comentário gostaria de recordar Vasco de Lima Couto.
b. aj.

A.H.

Sou da noite um filho noite
Trago rugas nos meus dedos
De guardarem os segredos
Nas altas pontes do amor

E canto porque é preciso
Raiar a dor que me impele
E gravar na minha pele
As fontes da minha dor

Refrão:
Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meus casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei

Oh minha mãe de arvoredos
Que penteias a saudade
Com que vi a humanidade
A minha voz soluçar

Dei-te um corpo de segredos
Onde arrisquei minha mágoa
E onde bebi essa água
Que se prendia ao luar

Refrão:
Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meus casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei

Arte em Movimento disse...

Natália Correia para encantar este canto.

Auto-retrato

Espáduas brancas palpitantes:
asas no exílio dum corpo.
Os braços calhas cintilantes
para o comboio da alma.
E os olhos emigrantes
no navio da pálpebra
encalhado em renúncia ou cobardia.
Por vezes fêmea. Por vezes monja.
Conforme a noite. Conforme o dia.
Molusco. Esponja
embebida num filtro de magia.
Aranha de ouro
presa na teia dos seus ardis.
E aos pés um coração de louça
quebrado em jogos infantis.


Natália Correia

O_Chaga disse...

obrigado pela visita, gostei do blog, voltarei!
jinhos!

trêsvintes disse...

Um belo poema a companhado por uma belíssima voz.

Voltarei mais vezes

Para ti disse...

Tudo nasce, renasce, floresce...
Fica um beijo

Pamina disse...

Olá,
Que bela surpresa!:)Não conhecia esta versão em português. Não sei se já ouviste estes versos cantados no original, com música de Eisler. É uma canção de que gosto bastante. Mas também gostei muito desta. Lindas as palavras e a música.
Um beijinho.

Belzebu disse...

Pois! a primavera é mais quentinha e eu sinto-me melhor, parece que estou na minha fornalha! Ainda assim prefiro o verão! Aí sim é que é calor e quando há calor... segurem-me!!!

eheheheh
Saudações diabólicas!

João Mãos de Tesoura disse...

Nada como a Primavera para despertar a vida, esta vontade de rebentar por dentro!
Já não te lia há algum tempo, não tive tempo, fiz mal! :)
Beijos

O Micróbio II disse...

O Micróbio fez anos... :-)

BlueShell disse...

Neste dia de chuva...um beijo quente da
BShell

adesenhar disse...

primavera

A primavera chegou...
O mundo vestiu-se de flores,
A vida enfeitou-se de cores,
A gente encheu-se de amores...

É primavera!
A vida sorrindo,
Música ao vento,
Poesia no ar.
É primavera!

.....Luis carlos....

:)

© Piedade Araújo Sol disse...

Muito bonito!!!

batista filho disse...

Depois de um brinde desses... Grato, mui grato, amiga!
Um beijo fraterno.
:)

Isabel Magalhães disse...

Belamente celebrada. Digo eu! :)

bj.

TMara disse...

há, em ambos os poemas e autores, neste caso + no cantor (de quem mtº gosto), algo de suave, doce, e algo de pagão, mais selvagem mas tão bem doseado....Bjs doces.Bjs.Luz e paz em teu caminhar.

BlueWing disse...

O poema é muito bonito, mas o que me agradou mais ainda foi a imagem que escolheste no fim. As flores de cerejeira, e principalmente o momento em que estão a cair, é soberbo. Os japoneses chamam-lhe "Sakura". É uma das imagens que tenho mais presentes na primavera, e é sempre bom recordar. Obrigado. 1Beijo!

Daniela Mann disse...

Lindissimo! Também gostei imenso do seu comentário lá no meu post!
Um abraço da amiga,
Daniela

Era uma vez um Girassol disse...

Minha querida Marota, voltei para agradecer a tua companhia tão apreciada no meu campo de girassóis.
Bjinhos

http://shakermaker.blogs.sapo.pt disse...

Ora viva Cara Menina Marota... Tem graça, já cá não vinha faz tempo e eis que me deparo com o pai de um grande amigo meu a cantar, também ele um bom amigo. Para compor o ramalhete, tenho algures ali numa estante um livro com poesias de Brecht, que em abono da verdade, nunca o li com olhos de ver. Até porque, não gosto muito de poesia, prefiro palavras que rimem umas com as outras. Gostei deste meu retorno ao seu blog que permanece deveras sui generis e inspirado. Um abraço... SHAKERMAKER

augustoM disse...

E venha a Primavera para nos alegrar a alma, taciturna no Inverno passado.
Criemos novas energias para alcançarmos o futuro Verão.
Um beijo. Augusto

Luís Miguel disse...

E viva a Primavera! Com todos os seus sentidos de Liberdade e Pureza.
.
.
.

heloisa disse...

PERDOE MINHA TAO PROLONGADA AUSENCIA, MINHA SENSIVEL AMIGA*!
Lamento, profundamente,a DOR por que passou!
LI SUAS PALAVRAS(CARINHOSAS E SENSIVEIS PALVRAS!), EM MEU BLOG!
MUITO AGRADECO SUA PRESENCA e, MUITO ME ENTRISTECEU A ANGUSTIA QUE VIVEU!_QUE A *PRIMAVERA*, DISSIPE AS TRISTEZAS E SEJA PROMESSA DE RENOVADAS ALEGRIAS*_MESMO COM A SAUDADE NO CORACAO_!!!!!
_E' O CICLO DA VIDA_!!!!
BEIJINHOS!_Estou em sintonia consigo, mesmo, quando me nao posso manifestar!
_Estou indo, devagar,visitar cada UM DE MEUS AMIGOS(E LEITORES), tendo faze-LO por "ordem"...Ja' que o CORACAO NAO TEM "ORDEM"!!!!
_FIQUE EM PAZ!
_LINDOS OS POEMAS!
LINDAS AS FOTOS_AS PINTURAS_!
GOSTO, PARTICULARMENTE, DA *PINTURA* QUE AQUI COLOCOU!
ABRACO IMENSO!
Ate', daqui a uns dias!!!!!!!
Heloisa.
************

aflores disse...

Saudemos a Primavera, o amor, os pássaros, a vida...a Poesia.

anne disse...

Um belo poema para celebrar a entrada da mais bela estação. Já cheira a flores por cá, sinto o aroma. Muitos beijinhos.

lena disse...

um belo poema para lembrar a chegada da primavera e lembrar a poesia

excelente momento menina linda

beijinhos, muitos

lena

Diogo Ribeiro disse...

Passo por aqui após uma ausência que tento recuperar. Belo momento que nos proporcionaste aqui, Menina Marota.

Abraços :)

Belzebu disse...

Venha o sol o calor e boas energias que só a primavera nos proporciona! Depois, bem, depois o belzebu vai gerir tudo isso mas sempre atento! Porque há que estar alerta! E eu estou sempre!
eheheheh!

Saudações diabólicas!

Daniela Mann disse...

Olá menina marota,
O fim-de-semana está a ser restaurador?
Passei para deixar um abraço e a continuação de um dia feliz!
Não esquecer que hoje à 1h da manhã o relógio avança para as 2h!
Beijinhos,
Daniela.

Carlos disse...

venha ....

feche os olhos, deixe sua imaginação solta...

dançando.....................

http://www.ananke.com.br/marilene/o_bolero/Abertura/o_bolero.htm

Jorge Moreira disse...

Uma maravilha a cantar a Primavera...
Beijinhos Amiga,

antonio disse...

"Há uma Primavera em cada vida
É preciso cantá-la assim florida."

Se não me engano, é assim que começa uma poesia lindíssima de Florbela Espanca. Que a Primavera seja para todos, um tempo de renovação e um verdadeiro hino à vida!

Selma Ramos disse...

Olá irmã portuguesa!
Sou brasileira e navegando por estas plagas virtuais encontrei o teu blog, e no blog um assunto que muito me encanta: a primavera! Me encantou também a imagem que se encontra no blog abaixo da poesia e gostaria de tê-la em meus arquivos pessoais. Por gentileza manda ela prá mim vou ficar bastante agradecida. A primavera prá nós começou ontem, dia 23.Bjs!
Meu email:selmalima1@gmail.com

Carolina Marcório disse...

Boa noite, lindo blog, e principalmente poesia... é muito bom saber que existe muitas pessoas que também gostam da primavera e de poesia.
Adorei a sua frase do blog, penso que representa uma mulher...
Carolina
Mato Grosso - Brasil