sexta-feira, outubro 10, 2014

Olhos de Vida

Não tenho palavras para exprimir a comoção que provocou em mim o lançamento de Olhos de Vida, o meu segundo livro de poesia.

O evento realizou-se no magnífico espaço do Convento Corpus Christi e contou com animação musical do professor Orlando Mesquita e do Grupo de Violas e Cavaquinhos da USRM.

Momentos de eloquente declamação foram protagonizados por Alzira Santos, Cristina Pessoa e Eduardo Roseira.

A abertura do evento esteve a cargo de Teresa Gonçalves.

Prometo nas próximas postagens falar mais deste momento e de quem me acompanhou.

Começo por partilhar as palavras proferidas pela minha querida amiga Fátima Fernandes (Amita) e autora do Prefácio: 

(clicar nas imagens)

Apresentação “Olhos de Vida”

Foi através da blogosfera, inicialmente no Sapo, que comecei a ler e comentar a Menina Marota e a seguir o seu percurso poético.

Até que um dia, a meio de um sarau de poesia em Vermoim, ela entrou silenciosa e sentou-se, atenta, numa cadeira ao fundo da sala.

O Zé Gomes, coordenador da sessão, perto do final pediu que se identificasse.

Ao ouvirmos “Sou a Menina Marota”, todos nos voltámos para trás e sorrimos pois era sobejamente conhecida, estimada e respeitada no mundo virtual.

Assim foi iniciada uma grande amizade. E já lá vão longos anos….

Otília Martel caminha, desde mocinha, nos meandros da poesia com uma paixão imensurável.
A sua fértil inspiração levou-a à criação de vários blogues, como: Refúgio, Alma Minha, Eternamente Menina e Menina Marota (estando estes dois últimos em servidores diferentes).

Criou igualmente, sob anonimato, o blogue Poesia Portuguesa, apenas destinado à divulgação da obra de poetas portugueses desconhecidos do público.

Com a chegada do Facebook, a que aderiu, foi a fundadora do “Clube dos Poetas Vivos” para divulgação e incentivo à criação poética e que, presentemente, já conta com mais de 15.700 membros.

Lembro-me de uma citação de Eugénio de Andrade que disse: “Foi sempre pelos olhos dos nossos poetas que o português viu mais longe e mais fundo”.

Quando me convidou a fazer o prefácio deste livro “Olhos de Vida”, limitei-me a escrever o meu sentir ao ler os seus poemas e textos, pois, na minha opinião (claro!) já tudo tinha sido dito nos posfácios incluídos nesta obra, feitos por excelentes escritores e poetas, embora respeitantes ao seu 1º livro “Menina Marota, Um desnudar de Alma”.

Permitam-me a ousadia de aconselhar-vos a lê-los.

Cumpre-se-me acrescentar que, em “Olhos de Vida”, é notório o crescimento poético-literário da Otília.

Em simples palavras, ao ler a “escrevinhadora” (como ela gosta de se denominar), elevam-se-nos sentimentos de: generosidade, sensibilidade, sonho, emoção, dor pelos outros, contestação, versatilidade, sensualidade, paixão, saudade de tempos idos, introspecção, força que a move, Amor, amor e mais amor…
Tudo isto numa escrita subtil e de uma ternura imensa.

Sendo uma eterna buscadora do Belo (na essência dos outros e na sua), através da sua peculiar e encantadora escrita e sentir apurado, Otília Martel brinda-nos com mais uma excelente obra.

Termino citando Ana Hatherly:

 “Descobrindo-se, o poeta personifica, representa.
 Nos melhores momentos descobre o que nem sequer encoberto estava,
 porque o que ele faz é ver a oblíqua eloquência ou o encanto do que,
 sem ele, não seria.”

Obrigada, Otília!

Fátima Fernandes
     4.10.2014

11 comentários:

fernando disse...

Comentar o quê?

Se Fát
ima Fernandes já disse Tudo!


Jc

Graça Pires disse...

Que bom a festa ter sido bonita. Vou começar a ler o livro, MM.
Um grande beijo e que o livro seja um sucesso.

Cidália Ferreira disse...

Gostei da postagem.Parabéns

Beijo bom fim de semana

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

heretico disse...

espero conhecer este novo livro em breve.

um beijo de parabéns.

Manuel

Amita disse...

Nunca é demais desejar-te um enorme sucesso para o "Olhos de Vida" que é encantador.
As ilustrações acompanham na perfeição as tuas belas palavras, poeta.
Para ti, amiga, o meu obrigado, um bjinho e uma flor

Menina Marota disse...

Fernando, é sempre bom cada um dizer o que pensa, depois de me ler, claro. :-)
Um abraço deste lado do mundo.

Menina Marota disse...

Minha querida Graça Pires, foi realmente muito bom sentir a ternura dos que me abraçaram e fizeram da festa um lindo momento.
Esperto que goste do livro. São palavras simples, mas saídas do coração.

Um grande beijo de carinho

Menina Marota disse...

Obrigada, Cidália!
Bjinhos :-)

Menina Marota disse...

Manuel... espero que o conheças, sim... é a minha alma inteirinha que lá está.

Beijo

Menina Marota disse...

Amita, (Fátima Fernandes) é um privilégio ter-te como
prefaciadora e apresentadora de "Olhos de Vida" que é realmente um olhar por dentro e por fora da minha alma e tu bem o sabes.
É, igualmente, um privilégio ter-te como Amiga. Obrigada!

Um enorme xi-coração e bem hajas por estares presente na minha vida.

A.S. disse...

ADOREI!...
Foram momentos plenos de profunda emoção!

Beijo!
AL