domingo, dezembro 22, 2013

É quando um homem quiser...

Com um abraço de carinho, desejo a visitantes, comentadores e, amigos em geral, Boas Festas na partilha dos afectos que nos une.   



Tu que dormes a noite na calçada de relento
Numa cama de chuva com lençóis feitos de vento
Tu que tens o Natal da solidão, do sofrimento
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que dormes só no pesadelo do ciúme
Numa cama de raiva com lençóis feitos de lume
E sofres o Natal da solidão sem um queixume
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro

Mas em Maio pode ser

Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da mulher

Tu que inventas ternura e brinquedos para dar
Tu que inventas bonecas e combóios de luar
E mentes ao teu filho por não os poderes comprar
És meu irmão amigo
És meu irmão

E tu que vês na montra a tua fome que eu não sei
Fatias de tristeza em cada alegre bolo-rei
Pões um sabor amargo em cada doce que eu comprei
És meu irmão amigo
És meu irmão

Natal é em Dezembro

Mas em Maio pode ser

Natal é em Setembro
É quando um homem quiser
Natal é quando nasce uma vida a amanhecer
Natal é sempre o fruto que há no ventre da mulher

Poema de José Carlos Ary dos Santos


12 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

um poste muito apropriado à época natalícia.


Bom Natal!

:)

Peter disse...

Otília, desejo-lhe e a todos os seus, um Feliz Natal e um 2014 um pouquinho melhor que este que está de partida.
Fernando (Peter)

Fê blue bird disse...

Um poema cada vez mais actual infelizmente.

Feliz Natal para si e todos que lhe são queridos.

beijinho

Graça Pires disse...

Um Natal de Amor e um ano de Paz.
Com Amizade.
G.P.

MARIUS disse...

Feliz Natal amiga.
Tudo o que possa dizer Ary disse-o tão bem neste poema:
Já te disse que gosto muito da música que tens a tocar. Não a tires por favor. Abro o blog tantas vezes só pra a aouvir.

Abraços e Boas Festas de todos nós a família Salgado

Silenciosamente ouvindo... disse...

Minha amiga desejo-lhe muito
sinceramente a si e a sua Família,
um Feliz e Santo Natal.
Bj.
Irene Alves

cuotidiano disse...

Felizmente o Ary não era católico, cristão ou afim - apenas um homem de esquerda que acreditava no Homem e não na recompensa posterior e celestial.

Felizmente também achava que seria possível o entendimento entre seres humanos - no caso seria o Natal a melhor ocasião, independentemente do que se pensasse.

Infelizmente acho que este desgoverno que temos está a acabar com tudo - entendimento, pessoas, futuro e, eventualmente, Natais!

Feliz Natal para ti, marido, filhos e restante família

Manuel Luis disse...

Boas festas com saúde. Bj

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Venho desejar-lhe um ano novo repleto de felicidade.
Abraço
ag

heretico disse...

a tua sensibilidade e bom gosto. sempre.

beijo

Nilson Barcelli disse...

Minha querida amiga, desejo que tenhas um excelente ano de 2014.
Beijos.

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Venho desejar-lhe Um FELIZ 2014 onde os seus posts possam espelhar alegria e amor...

Um beijinho amigo