segunda-feira, agosto 26, 2013

Dias de Verão

Pintura de Dorina Costras


O cheiro a rosmaninho
 - ou será a tília? -
demora-se nas ondas do cabelo.

Juras e promessas
no fundo do rio rumorejam.

De boca em boca, a palavra sibilina
rompe afã o seu destino.

Na voragem, sem fim, do clamor,
já o crepúsculo o encanto rompeu
e perfumou de jasmim os caminhos.

Nada foi em vão. O ontem perdeu-se
no gélido olhar do silêncio.

O hoje renasce em flor de emoção
no sopro da brisa que os pássaros dançam

nas velas do tempo em dias de Verão.


14 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Belíssima construção poética.
Depois, não apenas "nada foi em vão", como "nada é em vão..." :) Acreditar, sempre. Para além do que vemos.

Beijo amigo

Anónimo disse...

…. “O ontem perdeu—se no gélido olhar do silêncio
O hoje renasce na flor da emoção .. “

Lindo … lindo…..
Sempre houve um “ontem”, como há sempre um hoje e
haverá sempre um amanhã
A Vida é uma constante mutação …
Como o “sentir” dos “sentidos”

ANIBAL CASTRO

Ives disse...

Hoje a flor é sorridente, flor cadente! abraços

AFRICA EM POESIA disse...

vim com muita alegria pois temos um Amor comum Africa o meu livro anterios mata essa saudade...
adorei o poema


um beijo e deixo



Amor
Palavra linda
Palavra simples
Palavra pequena
Apenas quatro letras

Mas quatro letras
Todas diferentes
E todas fortes

Amor tantas palavras
Tantas vezes usadas
Tantas vezes lidas
Tantas vezes gastas

Palavras que usamos
E sentimos que o Amor é mesmo
O único elo
Que move o mundo
Que nos rodeia
Por isso
Continuamos sempre
A viver o Amor!

LILI LARANJO

Jaime A. disse...

Um olhar pelo Verão que vai restando em doces jasmins, em que tudo se esvaindo e é tão belo assim...

Armando Sena disse...

Nas velas do tempo se desliza ao longo desta mensagem em palavras desenhada.

Vieira Calado disse...

Outros dias "Virão"!...
Gostei dos aromas.
Bjssss

Menina Marota disse...

Daniel (Lobinho)

"Acreditar sempre"

Esta frase lembra-me um querido amigo que partiu muito cedo e que dizia tantas vezes: "...acreditar. Só acredita em tudo quem é tão ingénuo que é incapaz de duvidar". Ele até ao fim acredito e foi-se com um sorriso nos lábios.
Bjinho e continuação de boa semana

Menina Marota disse...

Ives,

Hoje... que haja sempre... Hoje.

Um abraço e continuação de boa seman

Menina Marota disse...

Querida África em Poesia, que tantas saudades me trazes.

O Amor... esse sentimento tão belo e tão imensamente cantado em poesia.
Grata pelo teu poema. Gostei muito.

Um beijo e boa semana.

Menina Marota disse...

Olá, Jaime.

O Verão... os seus cheiros e a presença de amigos. Basta-me.

Um abraço

Menina Marota disse...

Armando Sena,

Nas velas do tempo todos navegamos...

Um abraço

Menina Marota disse...

Vieira Calado,

Esperemos que sim... Outros "Virão"... com aromas e sol de poesia, como a tua.

Um abraço

© Piedade Araújo Sol disse...

pode ser rosmaninho ou tília ou alfazema...

os odores que ficam e nos levam nos caminhos...

:)