terça-feira, julho 16, 2013

Jazz na noite...

Nostálgica.
Profunda.
Evocadora.
Noite aluarada 
de prata refulgente.
Sobre o silêncio 
caiem lentamente
orvalhadas de luz 
que a noite chora.
Sonhos em flor e 
ideais antigos
passam por mim 
neste alvejar sereno.
Sonata vibrante
orquestrando em êxtase
horizontes infinitos
onde me quedo e amo.

  (desligar a música de fundo para ouvir o vídeo, p. f.)



18 comentários:

MARIUS disse...

Querida MM:
É sempre um prazer visitar teu blogue. A seleção de musica que escolheste é fantástica e a tua poesia revela-se a cada poema que nos ofereces.
Gostei de cá voltar. Perdoa a ausência por estes lados mas a vida nem sempre é como a queremos.
Mil beijões meus e das Anas.

lectorwall disse...

Poema bastante ao compasso do jazz, essencial numa noite de prata!
Gostei!
Bjs

Duarte disse...

Um convite à boa música e a amar: assim, e sem travões, o ambiente adequado está servido.
Besos

Vera Lúcia disse...


Olá Menina Marota,

Que jazz delicioso de ouvir!
A poesia é linda e reflete sua sensibilidade.
Parabéns!

Obrigada pela visita. Volte quando puder.

Beijo.

Ana Tapadas disse...

O cuidado com que elaboras cada edição é notável!

O poema e a música idem. Adoro jazz...

beijinho

Sérgio Costa disse...

A sensibilidade poética e o bom gosto aliados numa escolha sensorial que dignifica a arte escrita.
Mais uma vez lhe manifesto as minhas felicitações pela escrita apurada e bom gosto musical.
Um beijo
Sérgio

heretico disse...

oh, Baby...

so shine!...

kiss you

DE-PROPOSITO disse...

Nostálgica.
---------
Nostalgia é o que esta música me provoca. E 'acrescento' SAUDADES.
---------
Que a felicidade possível ande por aí.
Manuel

SOL da Esteva disse...

Querida Menina M

Saboroso Poema debaixo de deliciosos acordes musicais.
Gostei, repeti para voltar a ler e escutar.
Parabéns.


Beijos



SOL

Menina Marota disse...

Olá, Marius e Anas, como vos compreendo e fico feliz que, apesar de tudo, tivesses arranjado tempo para vir visitar este meu cantinho.

Um grande abraço da carinho para ti e Família.

Menina Marota disse...

Querida Manuela Carneiro (lectorwall)
é sempre um prazer vê-la aqui e, em especial, por saber que me lê.
Um grande beijinho e continuação de bom Domingo.

Menina Marota disse...

Duarte,

grata pela presença e palavras. Gostei de o rever aqui.

Um abraço

Menina Marota disse...

Vera Lúcia eu é que agradeço a visita e a leitura.
É sempre bem vinda a este meu espaço.

Beijinho e tudo de bom :-)

Menina Marota disse...

Ana Tapadas, e as tuas palavras fazem merecer a pena o cuidado que tenho no que faço.
É um prazer saber-te aqui.

Beijinho e grata pela presença.

Menina Marota disse...

Sérgio Costa, grata pelas palavras de incentivo.
É bom revê-lo por cá. Obrigada.

Um abraço

Menina Marota disse...

Manuel (heretico) fizeste-me sorrir...

Beijo :-)

Menina Marota disse...

Manuel (De-Propósito)

Sempre que possível tento ser feliz, mais não seja nas palavras que partilho e de sentir a vossa presença carinhosa em me lerem.

O Jazz faz-me bem à alma. É daquelas música que entram cá dentro e soltam a nostalgia e a saudade.

Que tenha motivos para ser feliz.

Bjo

Menina Marota disse...

Sol,

gostei que tivesse gostado e, ainda mais, que assim o manifestasse.

Volte sempre!

Bjo