terça-feira, dezembro 18, 2012

É tempo de Natal.


Há palavras que tocam de tal forma o meu coração que as leio como se estivessem a falar de mim.
Há palavras que sem serem poemas são Poesia.
Há palavras que englobam de tal forma sentimentos e sentires que apetece partilhá-las e f
oi o que senti ao ler o texto que vos apresento.
Natal é uma época de partilha. De afectos. De sentimentos.

A todos vós que ao longo dos anos aqui têm permanecido, o meu Obrigada
Imagem pessoal

 
 "Com todos vocês partilho ao longo de tantos dias pedaços de mim.
Com todos vocês partilho em cada dia sorrisos e afectos.
Mais um fim de ano que chega e quero expressar a minha gratidão por cada um, e a cada um de vocês.
Por cada palavra, por cada mimo e carinho, que sempre me aconchega.
Pelas canções que me embalam, as memórias que alguns de nós partilhamos, pelas palavras que trocamos, pelo mundo que juntos desejamos que nos acolha a todos.
Pela luta que nos exige firmeza e coragem, pelas gargalhadas que solto, com a loucura que me assiste, pelo brilho nos olhos com que me provocam tantas vezes.
Por tudo o que me dão, por fazermos neste espaço que é meu e vosso um laço.
Por que o meu compromisso convosco é apenas ser eu mesma, ás vezes doce, louca e outras amarga, mas sempre grata à vida com gente bonita assim.
Chega o final de um ano mais e chega também o Natal.
Celebra-se por todo o mundo católico o nascimento de Jesus, e a primeira pergunta que me assalta é a razão de celebrar tão belo exemplo de humanismo, que todo o ano, todos os dias é ofendido e atropelado no significado que Ele quis tivesse o mundo.
Porque celebrar é nascer e renascer a cada instante. É crescer desde dentro de cada um para quem nos rodeia. É estar para lá de nós. É ter a capacidade de partilhar em troca apenas de um sorriso.
Natal é tomar um espaço que é de todos e colori-lo.
Todos, sem excepção, Católicos, Agnósticos, Ateus, Budistas, Islâmicos ou Hindus, todos sem excepção celebram o Natal sempre que abrem o seu coração.
O Natal não é de ninguém, de nenhuma instituição ou poder.
Não há Natal sem gente, e somos todos nós que o construímos.
Vivemos um período histórico de grande sofrimento, de grandes desigualdades, de atropelos constantes ao nascimento de cada um, de desafios imensos à resistência, à coragem e à determinação de seguir a construção do Novo Homem, à construção de Natal.
O Natal é essa tarefa árdua de erguer vozes em nome de vozes caladas, de respeitar aqueles que vêm os seus direitos sufocados entre as mãos do ódio e da ignorância.
O Natal não tem data nem hora, não tem donos nem senhores. Natal é acima de tudo um processo livre de crescimento.
Sigamos pois a sua construção para que todos algum dia o possam celebrar."

Texto de Helena Norton

Obrigada por ele! ♥



(Clicar para abrir)

12 comentários:

Mar Arável disse...

Um dia seremos de novo crianças

mas com memórias

O natal vai começar

elvira carvalho disse...

É um texto excelente . Gostei muito.
Um abraço e um Santo Natal.

Observador disse...

Excelente texto.
Cliquei, abri e sorri.
Lindo.

Feliz Natal.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Obrigado por este belo texto e pelo cartão que o acompanha.
Um Feliz Natal também para si

heretico disse...

palavras muito belas. a tuas - sempre!...

beijo

aflores disse...

Agradeço e retribuo esta linda mensagem de Natal, e desejo que este espírito se mantenha em todos os dias da minha amiga e seus familiares.

Continuaremos por cá, nesta partilha e cumplicidade de momentos nossos.

Tudo de bom.

Beijinhos.

as-nunes disse...

Obrigado pela partilha de um texto tão sentido e direto ao coração.

Desejo-lhe e, desta forma, a todos os seus leitores, um Feliz Natal.
E que 2013 possa ser superado o melhor que pudermos. E como querer é poder, vamos todos dar o melhor de nós...

Beijinhos da Zaida, o meu abraço fraterno

António

Observador disse...

Feliz Natal.

Margarida Alegria disse...

Concordo: belíssimo texto!
Celebrar é nascer, isso sem dúvida. Há que recuperar depressa a essência do Natal ede outros momentos grandes de celebração.
Os meus votos de um Natal muito feliz e de Boas Festas, plenas de Paz e muita Poesia!
beijinhos

Era uma vez um Girassol disse...

Um texto lindissimo, obrigada por partilhares connosco. Emocionou-me...
Que seja assim o Natal!
Beijinhos para ti, Marota, da girassol

joão marinheiro disse...

Abraço de natal partilhado por palavras que unem os poetas...

© Piedade Araújo Sol disse...

feliz natal, sempre....

beijo


:)