sábado, junho 30, 2012

O sol embriaga os meus sentidos...

Ilha do Mussulo, Luanda


…recordo África e tudo aquilo que me transmitiu ao longo dos anos: o pôr-do-sol inigualável, as praias de ondas mornas, a sua areia quente e brilhante.

As praias de Cabinda onde mergulhei sentindo-me sereia ao fantástico pôr-do-sol; a praia do Mussulo, um paraíso ao largo da cidade de Luanda; as paisagens e gentes do Kwanza onde aprendi a reconhecer cheiros e sons; a praia de Benguela onde, pela primeira vez, nadei muito perto de golfinhos bebés, vendo ao longe a divertida mamã a chamá-los com os seus sons inconfundíveis.

Tudo isto e muito mais que, quem sabe, um dia narrarei, fizeram de mim o ser que vibra com o calor, que goza o sol no seu mais puro encanto e se despede de preconceitos quando entra no mar.

Flutuo nas ondas brandas do vento
num dia inacabado, onde o Sol
se aventura nas asas de um pássaro
cortando a pique a montanha do tempo.

Porque sou uma mistura de mar de ondas bravias, do vermelho sol abrasador, do cheiro quente dos frutos da terra, dos sabores que entontecem a alma, dou-me à noite avassaladora dos meus sonhos, onde tudo é possível e adormeço nos seus braços.



Fotografia de Raquel Gramaço

7 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

e ficam sempre as belas memórias.

um bom fim de semana.

beij

Hanaé Pais disse...

Mussulo, a onde em menina nadava nas águas mornas, rebolava na areia quente e sentia o balonçar das palmeiras assopradas pelo vento ardente do calor africano.
Fui transportada para uma bela e encantada memória.
Bem haja por este momento.

Mar Arável disse...

Belíssimo

o seu adormecer

heretico disse...

belíssimo texto.

o último parágrafo é um verdadeiro poema.

gosto. muito

beijo

A.S. disse...

Deste presente abraçado pelo passado,
surgiu um novo nascer do sol,
embriagado de esperança!
Deixemo-nos por instantes absorver
por este novo sol que acaba de nascer!..

Beijos...
AL

Observador disse...

Excelente texto e uma bela imagem.

Saudações almadenses.

greentea disse...

Africa Minha!
e vens falar-me de Africa, do Mussulo, da barra do Kwanza e de outros tantos lugares, do pôr do sol africano, dos cheiros e dos sabores, dos sons q se não esquecem mais !
Ontem , ao mudar um canal na TV apareceu-me mais uma vez o Africa Minha e tive de ficar a ver...