quarta-feira, abril 25, 2012

25 de Abril (Sempre!)



Num só dia os deuses assinalaram
o ciclo de negrume e crueldade
que se expandia na pátria. E pararam
tudo o que, sendo inverdade,

feria fundamente todos quanto
da terra não mais queriam que a paz.
E num momento tudo foi espanto
do que pode construir-se e se perfaz

quando pelas ruas a alegria vem à luta
e o novo dá lugar ao que era velho.
Foi esse dia não mais do que vermelho

e deuses fomos na bênção absoluta
em que a exaltação de um foi a de mil
por todo o júbilo que nos trouxe Abril.

inédito - de, © Amadeu Baptista


4 comentários:

Anónimo disse...

O Senhor da Revolução!!!
A quem não souberam honrar condignamente e lhe recusaram e aos familiares os direitos correspondentes.

25 Abril: HONRA, HONESTIDADE, INTEGRIDADE

Um abraço de saudade do João Falcão

Pirate disse...

O 25A é de todos e não é exclusivo de ninguém...
O 25A não é institucionalizável nem por Associações, Partidos ou Personalidades quaisquer que estas sejam.

Peter disse...

Para o "Pirate"

Se já tivesses nascido em 25 ABR 74 devias de ser daqueles que em Santarem insultavam os militares que tudo arriscavam: vida, família e carreira, quando se preparavam para marchar sobre Lisboa, para te dar a liberdade que hoje gozas.
Aproveita-a bem enquanto é tempo, ou julgas que "isto" fica por aqui?

Jaime A. disse...

Que tributo tão lindo ao homem que de facto "fez" o 25 de Abril