quinta-feira, maio 20, 2010

- Voar e respirar -


Pintura de Graciela Bello


Neste tango que danço
sentindo o corpo
ao sabor da música
que toca a canção de todos
os tempos.

Segura de meus passos
- movimento
respiração
sorriso
inspiração -
nas ondas do mar
permaneço.

No corpo, os sentidos.
Nos lábios, o gosto
nunca adormecido,
de um beijo perfeito
recebido e jamais
esquecido.

É a razão da alma
que anima
e faz a diferença;
coerência que domina
dá-nos a ciência
de não amar
o fio de uma teia
de aranha.

Oásis de ternura
- voar e respirar -
neste tango que danço.

10 comentários:

Ulysses disse...

Está muito bonito o poema e o tango.

***

Ana Tapadas disse...

Lindo e melódico.
Bj

Paulo Telles disse...

Maravilhoso tê-la de volta MM
Inspirador este poema e a música Diria que o poema poderia ser a letra da música
Paulo

heretico disse...

com o sabor de um "tango antigo"...

belíssimo.

beijo

Mar Arável disse...

É urgente voar

assim

Bj

Anónimo disse...

ALELUIA!!!!!
FINALMENTE A MENINA DEU SINAL DE VIDA!!!!!
BEM APARECIDA SEJA!!!
JA

Pirate disse...

Só falta uma musiquinha a condizer. Sugiro esta:

http://www.youtube.com/watch?v=bibtqDxXv1o

elvira carvalho disse...

Um tango de palavra encadeadas em poesia pura.
Um abraço e uma boa semana

Era uma vez um Girassol disse...

Querida Marota, não sei dançar o tango, mas voar e respirar...sim...
Lindo,o teu poema.
E também o poema dedicado ao girassol que te peço já autorização para referir no meu girassol.
Parabéns pelos cinco anos deste blogue que nos traz poesia tua e de outros, as tuas palavras em textos, as belas imagens a ilustrar, o teu coração.
Beijiho da flor

Marta disse...

Curioso - o meu post de hoje fala de tango...
Da paixão no tango e adorei ler este poema.
A minha Mãe também adorava o tango...
Vim até através da Pin (espero que me perdoe)...
Beijos e abraços
Marta