segunda-feira, abril 27, 2009

Amanhecer chuvoso...

Adormeci tarde. A chuva batia incessantemente no vidro da janela como que a chamar-me de mansinho.

Ainda nem sei bem se dormia quando sinto os teus passos aproximarem-se devagar… e um sorriso percorre-me como que adivinhando o bem que irias provocar…

Num rompante retiro do corpo a peça que o cobre e entrego-me aos teus prazeres, enquanto os meus dedos percorrem calmamente o teu...

No meu jardim florido
um arco-íris de sonhos move,
arrebatado,
sedento do teu corpo
que se abandona ao meu,
a paixão
transmitida
no toque mágico da tua boca
na minha pele,
que ousa,
deliberadamente,
por entre palavras
inaudíveis,
saciar-me
até à exaustão,
na sede da ternura
do nosso coração.



Pintura de Adam Scott


O tempo pára cúmplice da claridade que rompeu pelo aposento e entrou nos teus olhos que me olham apaixonadamente, como se não acreditassem que ali estivesse e dou-me na seiva que escorre de mim, numa oferenda mágica de todo o meu sentir.

Um calafrio percorre-me e, ao longe, ouço o bater agitado do vento numa das janelas e ainda mal refeita do sonho de onde acabara de sair, olho o lugar vago e frio a meu lado que há muito não conhece o calor de outro corpo.

Reparo nos ponteiros luminosos do relógio e, num salto, cubro a distância entre os meus dois cãezitos que aguardavam, mais que ansiosos, pela abertura da porta do quarto… e do passeio que a chuva iria estragar.

Foi apenas um sonho num amanhecer chuvoso…

28 comentários:

Delfim Peixoto disse...

É dificil comentar tão bonitos poema, porque não encontro as tais palavras... mas sinto o que escreves... e ouço o que "tocas"

Angelo Morgado disse...

há emoções e sentimentos que as palavras nao descrevem e tu M.M. sabes desperta-los!

Jorge disse...

Muito bom. Estupendo. Só tu, MM. Jorge Cipriano

Joana Vasconcelos disse...

Lindo e tão delicadamente poetico MM
Como diz quem me antecede: só tu!
Jinhos ternos da Joana

Priscila Lima disse...

Lindo, magnifico!
Parabens pelo blog.
Priscila Lima

A.S. disse...

Menina Marota,

Texto e poema, conjugam-se plenos de sensualidade e sedução...

Mulher de sonhos, se dirá de ti.
Inquieta viajante de utopias...


Um abraço!

Silent Raven disse...

Mágico. Lindo. Fascinante.

heretico disse...

de uma sensualidade dúctil e bela...

gostei muito

beijos

Joseph disse...

MM
Olá

Mas que bela conjugação poesia/prosa, de uma sensualidade q.b., ao amanhecer...

Gostei muito.

Beijinhos doces***

Graça Pires disse...

Um poema/prosa cheio de sensibilidade e ternura, "deliberadamente por entre palavras". Um beijo MM.

Baila sem peso disse...

Muita sensualidade e leveza!!!
Pena o sonho ter partido
Irá voltar noutros, com certeza!!

Obrigada pelas palavras no meu baile
Certo que sim, lembrar-te Ary!!!
Talvez a Estrela da Tarde
que também Carlos do Carmo dá vida
me adornasse com a estrela querida

De tarde linda, que ganhei
com o poeta consagrado
vais ver também sonhei...;)
e fiquei com um sorriso
quando me lembras isso

Muito Obrigada pela tua presença
Levo Estrela da Tarde, na criança
teu cantinho de sonho na lembrança

Beijinhos

Anónimo disse...

Sensibilidade e sensualidade qb num texto-poema especialmente marcante para quem sabe o que é na verdade acordar numa cama com um lugar vago e frio a seu lado.
Rosangela Perez Baçan (Fungalvaz-Santarem)

José António disse...

.

Olá Menina Marota,

Que posso eu dizer que os que me antecederam não tenham dito?
Belíssimo!Acrescento apenas que muitas vezes, tantas vezes, os sonhos se tornam realidade. :)

Bjs com muita saudade,
Z.

.

meus instantes e momentos disse...

ótimo post, muito bom vir aqui.
Maurizio

Daniel Aladiah disse...

Querida Menina
Lindo desejo... feito sonho. Às vezes, tão difícil de cumprir...
Um beijo
Daniel

Catarina Buckins das Neves disse...

Porque te conheço porque leio o interior da tua alma que posso dizer-te que outros já não to tenham dito?
Excelente pela sensibilidade e sensualidade nos quadros de vida que aqui apresentas.
BELO!!!!
Beijão da Catarina Buckins

Gasolina disse...

O calor dos sonhos só a alguns manda a chuva cantar.

Fermento de tuas palavras.

© Piedade Araújo Sol disse...

uma prosa poética/poema e um misto de sentires.

gostei de ler, embora, uma certa tristeza emane do que escreveu.

um beij

Ana Oliveira disse...

Às vezes chora por nós a natureza e o sono traz-nos os sonhos que não ousamos sonhar acordadas.
Triste é o lugar frio...mais triste a ausência do olhar.
Um desejo: um sonho que acorde para um dia de luz.

Beijos

Ana

AnaMar (pseudónimo) disse...

Tão bem relatado que nem no fim acreditava ter sido um sonho.
Foi?

Bj

Maria, Simplesmente disse...

Porque removeste o teu comentário no meu "Longe do Céu"?
Removeste dois. Porquê?
Eu gosto que apareças, não com concursos ou jogos, mas que comentes.
Como lá digo todos os que vierem assinados podem entrar, só não aceito "Anonimos".
No entanto há um aninimo que pode entrar, porque eu conheço.
Podes comentar quando te apetecer.
Maria

Meg disse...

Menina Marota,

E de sonhos poéticos se fazem alguns momentos de grande felicidade. E que bom é sonhar!

Um abraço

tinta permanente disse...

Perpassa no sonho (ou no poema?) uma languidez quase propositada para que cada palavra ganhe a sonoridade e o aroma que a ideia germina...
Amanheceu chuvoso? Mas, amanhã, não!...

Abraços!

p.s. - a minha sempre gratidão por todo este tempo, sempre lá, ao lado da minha ausência.

(não! credo! qual loura?! Tantos foram os que perguntaram. Mas já lá está a explicação do tal vestido bragantino...)

Maripa disse...

Sonhar é bom...E foi o sonho lindo de uma alma que vive e sente cada palavra que escreve.

Bem-haja pela visita e palavras gentis deixadas no meu mar.

Beijinhos,Menina.

Mar Arável disse...

Um novo 25 de Abril

no Maio de sempre

Kalaari disse...

Estes sonhos que nos acordam nas manhãs de cada dia...
Adorei a combinação de prosa e poesia poética que tornam este texto muito especial.
Parabéns... e nunca deixe que o romantismo morra em si. Ele deveria fazer parte integrante das nossas vidas, quer homens, quer mulheres.
Vera Lucia

Zica Cabral disse...

lindissmo MM, nada que nao me tenha acontecido ja e a muita muita gente...........cujos amores andam trocados no tempo ou no espaço..........
Maravilhoso poema e texto, pleno de sentimentos e sensualidade.
um beijinho
Zica

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Amiga Menina Marota, começei uma serie de postagens de amigos do blogger UMA ILHA PARA AMAR, e gostaria muito postar uma poesia tua.
Fica a teu critério a escolha, me manda por email uma que você gostaria de ver postada no blogger.
Obrigado pela atenção
Abraços Eduardo Poisl
eduardopoisl@gmail.com