domingo, abril 01, 2007

... em Domingo de Primavera

Gosto do sossego dos domingos de Primavera.
Do amanhecer calmo. De olhar o sol nascer, para lá das altas frondes das árvores que avisto, da janela do terraço. Ao longe, o sino da Igreja Matriz bate as oito horas. A sinfonia que me chega aos ouvidos, faz-me sorrir agradecida. Os pássaros, como que adivinhando o meu pensamento, entoam uma melodia única aos meus ouvidos. É esta, a hora de todos os despertares…
Pego no Livro e releio as palavras do autor…


Pintura de Vassily Kandinsky


Quanto mais contemplo o espectáculo do mundo, e o fluxo e refluxo da mutação das coisas, mais profundamente me compenetro da ficção ingénita de tudo, do prestígio falso da pompa de todas as realidade. E nesta contemplação, que a todos, que reflectem, uma ou outra vez terá sucedido, a marcha multicolor dos costumes e das modas, o caminho complexo dos progressos e das civilizações, a confusão grandiosa dos impérios e das culturas – tudo isso me aparece como um mito e uma ficção, sonhado entre sombras e esquecimentos. Mas não sei se a definição suprema de todos esses propósitos mortos, até quando conseguidos, deve estar na abdicação extática do Buda, que, ao compreender a vacuidade das coisas, se ergueu do seu êxtase dizendo “Já sei tudo”, ou na indiferença demasiado experiente do imperador Severo: “omnia fui, nihil expedit – fui tudo, nada vale a pena”.

(Trecho 132, pág. 152 do Livro do Desassossego, composto por Bernardo Soares – Obras de Fernando Pessoa, Assírio & Alvim)

18 comentários:

Parrot disse...

Então, é caso para dizer:
BOM DOMINGO
:)

delusions disse...

Adoro esse livro.

Bom resto de domingo e boa semana*

Anónimo disse...

Deus meu, este blog, ao pé do meu parece um Ferrari e eo meu um Fiat 600!!
Parabens!
Valeria Mendez do blog
fadista-valeria-mendez.weblog.com.pt

david santos disse...

Que o teu dia seja igual para toda a humanidade: feliz:

A.S. disse...

Um livro que nunca cansamos de ler...

Um abraço!

Barão da Tróia II disse...

Uma grande e feiz semana.

herético disse...

à abdicação estática de Buda, prefiro o "animus" de Severo: fui tudo, para concluir que nada vale a pena. entretanto, viveu!...

muito bem. beijos

aaron@iol.pt disse...

O Livro do Desassossego foi durante anos o meu livro de cabeceira por isso falares nele é activares a memória e lembrança de textos invulgares.
Tb eu gosto das manhãs de domingo tomar a bica e ler o jornal à beira tejo.
Bjinhos do aaron

alice disse...

um dos meus livros de cabeceira, menina marota. está sempre a velar o meu sono. às vezes penso que o espírito do pessoa me diz coisas durante a noite. quem me dera que fosse possível... amiga, adorei ver a sua inscrição no jantar. já falta pouco para a mais divertida viagem de sempre. beijinho grande.

birdbird disse...

Amiga
na net de modo mais irregular, foi com grande prazer que te reencontrei.
tua publicação é também de minha prefrência!
informo-te que em Outubro será publicado o meu primeiro livro de versos, a solo, pela Autarquia de Carcavelos.
fiquemos e contacto...
http://podiamsermais.weblog.com.pt
bj
cpfeio

Delfim Peixoto disse...

Uma escolha como sempre:linda
jhs

non disse...

Não gosto dos Domingos, mas claro, gosteimuito do texto.
Beijos, Menina. :)

Anónimo disse...

É sempre um prazer relembrar Fernando Pessoa e uma escolha excelente o Kandinsky, um pintor que adoro!!
Vim desejar-te uma Páscoa muito docinha eu tou de ida prá minha Beira Alta.
Bjsssss da Ana

Silvia disse...

Venho por este meio dar conhecer o seguinte blog http://nunocabruja.blog.pt e no caso de poderem ajudar façam porque nunca é demais praticar o bem.
Obrigado

maresia_mar disse...

Olá miga,
é sempre tão bom vir aqui e ler o que escreves!!!
Prometo que vou pensar bem sobre o futuro do meu blog, de facto alguns amigos tão especiais merecem que eu por cá continue. tirei agora um bocadinho para tentar fazer umas visitas.
Boa Páscoa e boa semana

peciscas disse...

Um excerto bem a propósito, excelentemente conjugado com a imagem e a múcica imortal do Vivaldi.

Já agora:há uma Ministra que consegue vencer um duelo com jovens estudantes.
É de gritos!
Pode ser visto e ouvido no Peciscas.

Unicus disse...

Por aqui continua a reinar o bom gosto. Um imperativo decerto, minha amiga. Beijinhos

alice disse...

bom dia, querida menina. vim reler o seu post. tinha razão! e lamento só agora ter percebido... um dia, há-de valer a pena! acreditemos! o meu maior abraço. obrigada.