quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Alegria...


Imagem de Isabel Filipe


Hei-de comer a alegria às dentadas.
De manhã saboreá-la-ei
lentamente,
degustando.

e o seu gosto inebriante
desfar-se-á na boca e espalhar-se-á
por todo o corpo
com o gosto das penas de um pavão.
Cintilante.

Dar-lhe-ei dentadas
até a fazer rir às gargalhadas
com cócegas
e finalmente toda minha
e de todos
repô-la-ei, inteira
e esfuziante.

TMara (Conceição Paulino) in "As Tarefas Transparentes!(Pág. 18)


Capa do Livro

35 comentários:

Isabel-F. disse...

belissimo poema
e...
mais uma vez obrigada pela contínua divulgação dos meus trabalhos

bjs

TMara disse...

M.M, minha querida, pensaste porventura k não gostara da imagem....Não vim à net, só agora...
Ma são ambas belas e ficam bem com o texto. O k e mm uma frustração é escrever comentários k depois não entram. Veremos...
Um grande bem-hajas pela divulgação e um xi-coração amigo

TMara disse...

ahhhhhh, k bom, desta vez já entrou.
Bjocas. Luz e paz em teu caminhar e ao teu redor

Mário Margaride disse...

Como gostaria de comer a alegria às dentada! Mas por vezes, temos é que comer tristeza aos molhos...


Beijinhos

Mário.

TINTA PERMANENTE disse...

Prenhe expressão esta de 'comer a alegria às dentadas'!...
Um abraço

Spiritus Lupus disse...

Querida Amiga...

Quantas Saudades de ti...

Outra vez, o velho Coração parou de bater. Mas não me quizeram lá em cima, e cá estou de novo. Breve estarei fora do Hopital.

Beijos com carinho..

Morgaine disse...

um poema para transmitir alegria ;)
beijosssss

asn disse...

Como sempre, a visita a este sítio dá-nos belas e consoladoras prendas, que nos animam à vida.
-
Que me perdoem os leitores do "menina_marota" e a própria, mas não resisto a deixar aqui uma informação:
I - ANTOLOGIA de Poetas Lusófonos

Brevemente estará disponível o regulamento para "I - ANTOLOGIA de Poetas Lusófonos" onde podem participar todos os poetas naturais dos Países Lusófonos residentes em todo o Mundo.

Solicite o regulamento e saiba como participar neste livro através do e-mail: folheto@gmail.com.

Não se esqueça de enviar os seus contactos
-
Formando-se aqui, neste local de privilégio, uma tertúlia tão interessada em poesia, talvez que estejam interessados em participar nesta Antologia.
Por aquilo que conheço da Editora, estou em crer que esta iniciativa virá a constituir-se num grande êxito. Para a Editora e para os autores/poetas, mesmo que não conhecidos. Essa é a ideia.
Bj
António

Thunder disse...

Eu também estou com fome de alegria!Quem me dera uma dentada.Gostei deste lindo banquete de palavras.

elsa nyny disse...

Olá!!
Passei por cá!!!
Gostei muito desta alegria!!!
Parabéns!
Muita força!!
:))

Anónimo disse...

Gostei do que li, sobretudo "e finalmente toda minha e de todos...".

E aqui te retratas... com esta e outras escolhas de muita sensibilidade.

Não quero deixar de fazer referência à tela: muito sensual a expressão da mulher.

Os meus parabéns a todos, e um beijo para ti que bem o mereces...

Do amigo "Montanheiro"

In Loko disse...

Excelente hino à Alegria as palavras de TMara, parabéns para ela! E parabéns também para ti MM, pela divulgação de tantos e bons trabalhos da nossa língua! Abraço.

José Gomes disse...

Há muito, minha amiga, que não poisava nestas bandas.
Gostei do que li, das fotos, das tuas palavras doces, dos poemas que tu escolheste... gostei deste poema da Tmara.
Fica em Paz e bom fim de semana.
JG

António Silva disse...

Nem sempre comentar poderá transmitir fidedignamente o nosso estado de espírito, sentimentos não podem ser passíveis de transmissão.
Este texto poético é um hino à alegria, daí que a sua beleza, frescura é algo fabuloso.
Força e continua a tua magnífica divulgação seleccionada do nosso cantinho de Poetas.
Um abraço e até breve.

Falar de alegria
permite-nos sonhar
correr,saltar e partilhar
porque irradiamos simpatia.

Viver com espiritualidade
é ter acesso à amizade e bondade
respeitando moralidade e liberdade
ansiando pelo ideal de fraternidade.

É bom sentirmo-nos bem
relaxar, conviver e cantarolar
reflectir, decidir e sentenciar
já que tudo à nossa volta satisfaz o nosso ego também.

António Silva disse...

Aproveito para voltar a afirmar que o mail em relação aos comentários do Blogue Pensador ...
continua o mesmo - antaubarsilva@mail.pt.

Sem mais me despeço, espero que continue a visitar o meu Blogue, depois de alguns acertos ...penso que se encontra operacional para todos os Bloguistas continuarem a sua visita.
Pela minha parte continuarei a dar-lhe o sopro vital aguardando ansiosamente as visitas de todos os interessados no universo da Poesia.

Spiritus Lupus disse...

Amiga querida...

É com você, que quero partilhar a minha primeira grande Emoção depois da Cirurgia. Acabo de ler ainda no Hospital, as palavras que me dedicou. E posso te garantir, nunca haverá remédio mais poderoso no mundo; que uma grande Amizade.
E quero agradece-la aqui, pra que todo mundo saiba, que és um Imenso Coração; cheio de Carinho, Bondade, Gentileza, Alegria e Ternura.

Beijitos..

Luisa disse...

Continuas a oferecer-nos belos poemas.

peciscas disse...

Aqui se entrelaçam dois trabalhos de duas amigas que muito estimo e que visito assiduamente.

as velas ardem ate ao fim disse...

Adorei!
Ador gargalhar e seria fantastico comer alegrias as dentadas!

bjinhos

azurara disse...

Oh Boy. What a sound...

Coisa linda a casar com o poema e a imagem. Melhor: "as" imagens e "os" poemas! A Marota continua a perfumar o espaço com a sua subtil sensualidade.

Fique bem.

José M. Barbosa disse...

O seu bom gosto agrada. E muito.
Ainda hei-de ouvir aqui Pink Floyd.
:)
Bom dia!

JM Barbosa
rosamarmore.blogspot.com
dapraiadagranja.blogspot.com

Passeando no Parque disse...

O Parque está fechado mas eu ainda vou andando por aqui- quem sabe voltarei um dia destes. As expectativas disso estão a me animar. Eu costumo dizer: “Trazer muitas expectativas na mente é como trazer um frasco de veneno disponível para ser tomado na primeira frustração”, ambos refletiram, aliados àqueles que tanto gostavam deles… A vida é bela, mas nunca será perfeita… Pois não existe a menor chance de acabarmos com todas as coisas que nos incomodam.
E o presente toca o meu coração e eu quero ser feliz.
Tudo isto pra dizer a vc que estou de volta. Não ainda ao Parque Más aqueles que foram importantes para mim
Tou de volta e esperando agora ficar.

Um quadro de vida muito belo o poema e a imagem sonhadora banhada em flores.

Deixo um abração em vc esperando estar mesmo de volta. Me perdoe a ausência, sim?

Licínia Quitério disse...

Obrigada pelos comentários, sempre tão amáveis. Poesia é para mim um caminho difícil, mas regenerador.

Beijinhos para ti.

☆Fanny☆ disse...

Comer a alegria às dentadas?!!Saboreá-la sim...bem lentamente...eternizá-la dentro de nós para que a tristeza jamais regresse.

Um poema fantástico!!!ORIGINAL!! Adorei a imagem da Isabel!

Um encanto!

Obrigada pelo teu carinho no meu Simplesmente Murmúrios...desenhaste um sorriso dentro de mim.

Um abraço de estrelinhas*

Fanny

António Caeiro disse...

Belo!

Mafalda Freire disse...

Gostei da expressão "Comer a alegria ás dentadas.." :)

www.confissoesdeumasurda.blogs.sapo.pt

Girassol disse...

Muito bonito este poema!
Mais um livro de poemas divulgado aqui...
Interessante este caminho poético percorrido por blogueiros/as que se concretiza em papel!
Beijinhos

Simplesmente louco disse...

Tantos blogues que gostava de ver e ler, outros tantos em que passo e nem sequer os chego a ver.

No entanto existem outros, que não nos cansamos de os ler, porque em cada palavra saboreia-se a nostalgia tranquilizadora de cada mensagem que nos enriquece o saber sem nunca chegarmos a agradecer...

O tempo é sempre o grande culpado destas contrariedades, mas por vezes a preguiça também ajuda.

As desculpas só serão válidas quando verdadeiras.
Um beijo

Kalinka disse...

São momentos assim, que nos mostram que o mundo é realmente pequeno e nos ajudam a encontrar verdadeiras amizades.
Enquanto houver chama...

Obrigado pelas tuas visitas.

Bom início de semana.
Beijo.

António Melenas disse...

Mais uma fina partilha de bom gosto.
Obrigado
Bjs

Conceição Bernardino disse...

Olá,
A perfeição é uma forma imperfeita que se apodera
De tudo o quanto é belo
ConceiçãoB
Uma boa semana
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

nena disse...

oláa..será por isso que ás vezes engorso mais de 20kgs? e depois ando a dieta, tristonha, carrancuda..é..é isso, e como agora tou na fase do engorda, rio de mim á boca cheia. e viva a boa disposição, este é pra ti:
hoje, as pessoas olhavam pra mim e sorriam
ou eu sorria prás pessoas
eu sorrio sempre
mas hoje os meus olhos
acompanharam o trejeito dos meus lábios
e eu sorria inteira
e cantei todo o dia
e sorria, sorria.

Mestrinho disse...

que saudades de cá passar e lêr as belas palavras da menina, se um post é pouco estive a ler, todos aqueles que achei ter perdido. Perdi-me, mas reencontrei-me neste post intitulado "alegria".
Fecho este comentário com um sorriso.

Cmps
Bem ajas

Bia disse...

Mas que bela escolha!
"Hei-de comer a alegria ás dentadas.." eu sou uma pessoa alegre, por norma bem disposta, mas este poema ou verso transforma a alegria em algo palpável, algo que se toca... a alegria aqui virou uma realidade...
Um beijo

margusta disse...

Olá Menina Marota ;)
...Tmara..mais um livro, não sabia!..não tenho andado muito pela blogosfera.
Poema lindo, sem dúvida e com uma imagem igualmente linda a ilustrar.

Quero agradecer-te muito a tua simpática visita, assim como o poema lindissimo que lá me deixas-te...gostei muito!!!..e realmente encaixa muito bem com o nome da tela .

Beijinhos muitos e que os teus dias se encham sempre de muita Luz!
Logo que voltar em definitivo á blogosfera passarei mais vezes...

Margusta