quinta-feira, janeiro 04, 2007

Sentimentos...

Já aqui referi por diversas vezes a minha admiração pela espantosa forma de partilha que existe na blogosfera. E a prova disso está patente e ao vivo na forma como Luís Gaspar gere o seu audioblog, essencialmente com as palavras dos outros, entregando-se de uma forma absoluta a um projecto que honra e dinamiza este mundo virtual.

O meu agradecimento pelas palavras que me dedicou no seu último
Lugar aos Outros 34 onde leu poesia de Luís Pinto (sem blogue), de Lena Maltez e de Delfim Peixoto.

Vale a pena ouvir!

Mas, este mundo trás também consigo empatias e amizades, que se cultivam por vezes, a milhares de quilómetros de distância, produzindo em nós sentimentos puros, de carinho e afeição, por aqueles que quase diariamente, partilham connosco, este mundo virtual ao longo de anos.

Nesta primeira postagem do ano, quero aqui mencionar carinhosamente alguém de quem não tenho notícias há muito tempo e que sei, esteve em risco de vida, em virtude de doença. A sua ausência entristece-me e quero deixar aqui, como forma de agradecimento pela sua Amizade, um poema de sua autoria…


Imagem de Ray Tracing Competition


Viver ...

Viver é inventar o seu dia.
É desconhecer a arrogância.
Exalar pura energia!
Fazer poemas de amor.
Devolver sorrisos.
Acreditar que o bem vence o mal, sempre.
Enfeitar o coração com cores!
Conquistar amigos; e ser sempre leal e fiel.
Transformar dor em alegria.
Ser amor de coração.
Inspirar justiça.
Viver é correr atrás dos sonhos, da inspiração, dos projectos.
Buscar o entendimento das coisas.
Ser sempre da paz.
Orar em agradecimento das dádivas recebidas.
Buscar o que te faz bem e aos outros também.
Beijar na boca.
Amar!
Pintar o mundo com as cores que te der na telha.
Estar sempre jovem.
Viver é ser sempre verdadeiro.
É constantemente redescobrir as coisas belas da vida, lembrando que o sorriso é o idioma universal.
Ouvir músicas que acalmem a alma.
Desacelerar e aproveitar o tempo, cada pequeno momento de prazer.
Lembre-se: O final não existe.
Tudo é um eterno recomeço.

Viver é simplesmente ver a vida com o coração.


(Poema de Spiritus Lupus)



Porque as ausências doem...

25 comentários:

MARIA VALADAS disse...

Deves ter um coração de ouro... não pensas apenas em ti!

Linda a homenagem que fizeste!!

O poema está divinal, escrito com o
coração!

Emocionei-me ao ler o que ele transmite!

Beijo da
Maria

Elipse disse...

Prazer em conhecer-te a ti e à tuas referências.

Música calma a que tens aqui. :))

Paula Raposo disse...

Sem palavras. Beijos.

Anónimo disse...

Vim deixar um beijinho muito grande e desejar um bom ano! Tudo de bom :) *

caminante disse...

"Porque as ausências doem..." Duelen porque se llevan, siempre, algo de nosotros mismos.
Dice una canción española, de los años setenta: "Algo se muere en el alma cuando un amigo se va..."
Gracias por tus palabras.
Un fortísimo abrazo.

Anónimo disse...

Se doem.... Menina ... e tu sabes bem.... se doem... as ausências ,às vezes, fazem-nos sentir as verdaeiras amizades... e não posso nunca esuqecer o Fernando do " FRATERNIDADE".... foi, sem dúvida, um dos meus inspiradores...
Que nunca eu sinta a tua ausência, Menina Marota, ( M;adrinha)!!!
E que na verdade todos nós pensemos que muitos dos que lemos, sofrem... sem dizer, em quartos fechados, sem mostrar a sua solidão, seu sofrimento, a sua vontade de ficar ... aqui... ( e quantos eu já perdi..e sei que irei perder...).
Para eles, que sofrem, em silêncio público, mas em gritantes momentos em "off"... um cadinho de mim, um aconchego, um abraço, um beijo, um.... terno BEM HAJAM..e AMOR, verdadeiro!
Porque sei que alguns(umaas), muito brevemente irão "voar" e serem as nossas estrelas nesse céu que às vezes se torna tão escuro que definitivamente, nos fazem pensar que somos todos tão equeninos, mas que podemos torner-nos tão randes se olhar.mos, por momentos, para o lado e darm-mos um pouquinh do nosso tempo e do nosso coaração...
HOje.... é o Ontem do Amanhã!...
jnhs doces.... hoje mais doces ... com um sabor a mar...

Anónimo disse...

Os erros anteriores foram simplesmente porque os meus olhos já não conseguem ver ... tal tantas as nuvens que por eles passam.... pelo facto, as minhas desculpas
...............

António Melenas disse...

Óptimo o poema, louvavel o acto de solidariedade, generoso e terno o teu coração, Menina
Beijinho

A. disse...

Sempre serena...


Um sorriso pela paz sentida.
Obrgada.





Desejo de um ano muito muito feliz.
Que exista esperança.Sempre.



Um beijinho.
ana

rouxinol de Bernardim disse...

Bom ano de 2007. Para ti e para todos os que te são queridos.
Me visita. Um beijão.

as velas ardem ate ao fim disse...

Como diz o Vinicius:A vida só se dá a quem se deu.

Quem tem saudades, que doem, ai se doem, é poque vive!


bjinho grande e bom 2007.

Anónimo disse...

Olá Menina! :)

Sempre belo e atento o teu espaço.

Obrigada pela visita lá ao "jardim com poucas palavras".
Saltito, comento pouco porque o tempo não estica, mas vou passando.

Beijos.

Bom Ano.

madalena

Maria Costa disse...

"viver é simplesmente ver a vida com o coração".

beijinho.

Maria Costa

Passeando no Parque disse...

A toda a hora me surpreende Menina!! Passei e tornei a passar em todas as suas casas e me deixei seduzir pelas suas palavras. É cada vez maior o encantamento que nelas encontro!! Agora estas palavras que aqui li me arrepiaram porque também eu já perdi amigos virtuais que me deixaram muitas saudades. Parece loucura pensar que amigo virtual deixa saudades, mas deixa sim!! E sempre que não posso entrar nas suas casas meu coração se aperta! Meu apego em vc é enorme!!
Beijão pra vc

Anónimo disse...

:) Muito bonito. Bom fim-de-semana.

Teresa David disse...

Contrariando um pouco a corrente diria que reaprendi a ver mais com os olhos, e com eles captar imagens mais sensiveis ou mais duras, conforme a sensibilidade me dita, e menos com o coração para me defender de mais desgostos afectivos.
Um bom fim de semana e bjs
TD

FOTOESCRITA disse...

És muito afectuosa. Gostei de te ler.
(Obrigada pela visitinha ao Fotoescrita)

Maria P. disse...

É de facto espantosa a amizade que se cria neste net-mundo.

Excelente "post"

Um Bm Ano:)

Jofre Alves disse...

Passei para ver como ia o Ano Novo, e com agrado constato que a qualidade é a de sempre, igual ao ano anterior, sendo imprescindível vir aqui. Resta desejar Bom Ano e óptima semana, e já agora, faça o favor de ser feliz.

Aluena disse...

Bom Ano Novo.
Obrigada por seres minha amiga.
Espero por ti no meu cantinho para
1BICA quentinha na mesa do costume.
http://bica.blogs.sapo.pt

AMIGA SEMPRE
ALUENA

lena disse...

menina linda, partilhas um poema excelente,

como doem as ausências !

tanto que não consigo libertar-me dessa dor...

um belo final que me tocou: "Viver é simplesmente ver a vida com o coração."

sim é assim, cada momento, e como é tão simples

a ti tenho sempre de agradecer o que muito me dás, descubro aqui blogs com tão boa poesia, poesia com muita qualidade

obrigada por referires aqui o Luís Gaspar, um senhor que deu voz ao que escrevo, uma partilha por inteiro, deixou-me sem palavras quando o escutei e tenho a certeza que foste cúmplice, obrigada a ti também, pois como sempre disse és linda por inteiro

abraço-te com muito carinho e ternura e deixo um beijo meu cheio de agradecimento por tanto que dás

lena

APC disse...

Sabes que há quem não consiga "ler" isso nas entrelinhas da vida, precisamente porque a não vive? E eu zango-me tanto e comoco-me tanto e desespero tanto e choro tanto que depois... Não escrevo nada.
Um beijo, de quem não deixará de por aqui passar, para levar poesia de vida com ela.
Obrigada

APC disse...

* comovo

Sérgio disse...

Bom dia,

Adorei este poema.

Será que me podia enviar por email?

Obrigado!

sergiopsfa@clix.pt

FC disse...

Para captar a tua atenção escrevo esta tentação sem tensão