sábado, setembro 30, 2006

Bom fim de semana...

Hoje de manhã recebi através do correio esta imagem cujo texto que a acompanhava, era o seguinte:
Meu Deus inspira-me e dá-me a alegria de escrever poesia. Estou tão desinspirada…
Não vou referir o nome e recordei um poema que escrevi há muito tempo. Fui em busca dele...
Aqui o deixo, porque todos nós temos dias desinspirados…


Imagem de autor desconhecido


Quis deixar
uma letra pequenina,
onde coubesse
o sol e o vento,
o humor e a alegria,
letra minha
que não fosse solidão
mas um pouco de
cheiro a maresia.
Mas a névoa
não deixa ver a letra
desinspirada
pelo abandono
de multidões
que nos deram tudo
e deixaram-nos
o nada.
Hoje
vagabunda
neste espaço
caminho lado a lado
sem letras.
Fechada, neste
tinteiro transparente,
esperando
que alguém
lhe tire a tampa
e que as palavras se soltem
diluindo
o vazio
que na mente
se instalou.
Palavras
voltem aqui
a este espaço
que conheceu
diálogos quentes,
música de ambiente,
mas que um vendaval
limpou e,
triste aqui
estou,
onde nem
a alegria entrou.
Senta-te aqui comigo,
dita-me palavras
murmuradas ao ouvido
da saudade
de ti,
de mim,
de todos,
aqueles
que nunca estiveram
fechados num
tinteiro transparente
mas que iluminavam este sítio
e a minha mente!

(27/07/2004)

Numa noite completamente desinspirada...


(P.S. - Em virtude do “acidente” com o meu template, muitos dos endereços aqui linkados desapareceram.
Aos poucos estou a tentar reconstruir tudo o que falta. Quem se sentir “desaparecido” é favor de se queixar. As minhas desculpas pelo sucedido.)

29 comentários:

Diogo Ribeiro disse...

Bom poema, obrigado por o partilhares.

Não acredito particularmente na falta de inspiração, no sentido em que podemos não estar inspirados a pensar, fazer, ou sentir algo mas é bem possível que haja inspiração para outras coisas. Até há bem pouco tempo amar era a minha inspiração principal... Agora que isso me foi proibido, encontro inspiração noutras coisas - até no não-amar, na saudade do amar, no sonho de amar, no amor do que amei. As coisas mudam, a inspiração varia. Estamos no meio das coisas, há que vivê-las por todos os lados e de todas as maneiras.


Beijo, bom fim de semana :)

Leonoretta disse...

ola marota. apanhei-te na pitanga e disse: é agora que eu vou lá.
se escreves um poema destes quando estás desinspirada... que direi quando os escreves inspirada?

beijinhos da leonoreta

Natalie Afonseca disse...

Amei !! Tanto o poema como a imagem!!
Quando um poeta anda desinspirado....é porque está mesmo desinspirado!!
Nada o fará escrever1!
:)

Beijinhos

wind disse...

E fizeste um poema:)
beijos

pitanga disse...

Só vim te deixar um beijinho. A Julinha está chegando. Daqui pra noite é só brincadeiras!

beijinhos com inspiração

Maria P. disse...

espelho da minh'alma.

Beijinhos

Jofre Alves disse...

Visito esta página e fiquei agradado pela sua estética finíssima e apreciável, onde tudo se vê com agrado pela qualidade e perfume. Para revistar sempre e mais vezes no futuro. Parabéns até pela qualidade, mas também pela temática escolhida: fotografia e poesia.

Antonio Melenas disse...

Se isto é desinspiração eu também quero estar assim desinspirado quando for grande, Eu e muito boa gente. Belíssimo, belíssimo, digo eu!
Abr.
António

Antonio Melenas disse...

En,ena, consegui!! já ontem pus um comentário no post anterior e não apareceu nada. Azelhices. Será da idade?!!!

PF disse...

Ola.
Vim ate aqui por intermedio de um leitor do blog "Eu sou louco".
Gostei do que li.
Se dizes que isto é um momento sem inspiração, ou dedicado a alguém nesse estado de espírito, fará quando estiveres inspirada!
Parabens.
Fenomenal.
jinhos

asminhasbijuterias disse...

ola menina marota, mais uma vez adorei o teu poema, se ele foi escrito numa noite desispirada então que tenhas mt noites dessas, pois achei o poema fantastico.
beijos grandes
susi

Teresa David disse...

Ubá!!! hoje consegui entrar, parece de propósito para renegar o que te disse no email, e realmente para alguém que se encontrava desinspirado saiu mesmo mto bem. E curiosamente fez-me lembrar algo que tb escrevi mts anos atrás que começa assim: Sou uma pena branca num tinteiro negro... e por aí fora, o resto não me lembro, mas está publicada alguns meses atrás no meu blog.
Realmente o tinteiro é uma imagem que nos leva a pensar numa data de coisas ligadas aos sentidos ou criatividade, pelo menos a mim, e a ti pelo que me parece!
Bjs
TD

Anónimo disse...

sempre profuntas e belas as palavras que leio aqui... companhia das minhas noites.



….(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
….(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)
......d88888bd888b.
.....d8888888888888B.
.....888888P`Y8888P.
.....Y888888.....( , \_.
....,_Y88(.................)....*Passo para te ler...
....Y888888b.......__\..
.....“8“888P........(_.... para saber como estás...
.............|.....----“..
...........~;~~\~..... * Para te deixar um beijo
............=......\....
..........(_._).....\.....
...........|=|........\...
....._.../|..|..........\....
..../_\/..|..|..........|.
...,.-“---/_/--------“---.....
...`-.,_________,.--“..
..........|......|.|........
..........|___|.|...
..........|___|.|............ e desejo bom domingo!!!!
(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
«`“•.¸.♥ Nadir ♥ ¸.•“´»
(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

Anónimo disse...

delirei mesmo com essa musica!! parece uma máquina de escrever que o meu avô tinha. podes dizer quem é o autor dela?? A imagem é muita louca. adoreiiiii. tenho 12 anos e tou a arranjar meu bloguinho quando tiver pronto aviso tá?
jinhosssss
Isa

António Rosa disse...

Belo poema e bonita casa. Já me aconteceu isso com o meu blogue. A partir daí, sempre que altero qualquer coisa, faço uma cópia em word do "Modelo".

APC disse...

Muito bem, esta carta em busca, este pedido de regresso, o procurar de si em palavras que fugiram, o monólogo que não se quer calado!...

Pois não sabia do acidente que o teu blog sofreu, e como estive uns diazitos por fora, vou agora ver com atenção e gosto tudo que perdi.

Grande beijinho! :-)

PS - Aquele meu comentário, o Temporal, que tão gentilmente publicaste nas Cartas de Marinhar, embora o andasse para incluir no meu blog desde aí, mas porque aquele espaço tem um um bocadinho vida própria, só hoje para lá foi.

mytos disse...

Agradáveis surpresas nos acontecem na vida, o sal e a pimenta do dia a dia, complementados com...delíciosos conteúdos que nos aparecem na caixa do correio, ou com a descoberta de espaços cativantes como este blog.

Belo som de fundo.
...Tecnoclássico..???

Um abraço.

ps.obrigado pelo comentário no meu espaço

APC disse...

Ali a Maria P.* tem um pedaço de O'Neill (in «Uma Coisa em Forma de Assim») que me apeteceu partilhar (porque há pouco alguém - agora fui procurar mas já não encontro quem foi - a referir-se àquilo que de sublime mas discretamente passas de ti, por entre o tanto que nos mostras dos outros):

Desunha-te a escrever (olha que já tens pouco tempo!), mas fá-lo com a discrição e a reserva de quem não se dá às primeiras.

... Só para dizer que compreendo.
Embora concorde com o comentador!;-)


*http://casademaio.blogspot.com/2006/09/ao-anoitecer_29.html

aflores disse...

Há dias asssim...e outros que nem assim são :-o)

Daniela Mann disse...

O poema é muito lindo.

_____888___88888888___8888
___888888_8888888888_888888
___888888888888888888888888
___888888888888888888888888
____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________

Anónimo disse...

que poema espectacular!!

adorei a serenidade do teu blog!

Bj**

http://coscu-vilhices.blogspot.com/

{{coral}} disse...

Menina marota,

Este canto de letras é muito inspirador cheio de belas palavras como o este post :)

"Hoje
vagabunda
neste espaço
caminho lado a lado
sem letras."
... eu diria com letras muito lindas!

Um beijo
{{coral}}

Teresa Durães disse...

acontece. Às vezes é só cansaço. Depois volta.

Boa noite!

terragel disse...

MENINA, se desenspirada tu escreves dessa maneira, imagino quando estais realmente inspirada!
Bjs

canela_e_jasmim disse...

A desinspiração com um fundo dactilográficamente musical, só pode resultar num belíssimo e inspiradérrimo trabalho.
Beijinhos. Adorei!

In Loko disse...

É isso MM, há dias que a cabeça oca, vazia, não nos quer acompanhar... não nos ajuda a partilhar o que o peito cheiinho de coisas quer soltar! Beijinho.

Barão da Tróia II disse...

Mimas-nos demais, boa semana.

SOLANGE PEREIRA disse...

MINHA LINDA SUA POESIA FALA NA ALMA LINDA! PARABENS ISSO É DOM DE DEUS,PESSOAS QUE TEM A ALMA LINDA,PURA.
BEIJOS.

O Sibarita disse...

Sua menina você é uma pessoa iluminda.Isso que por vezes passamos são fases... logo vais estar sorrindo!

A poesia é deveras muito bonita, bem construída. Parabéns!

O Sibarita