sexta-feira, agosto 04, 2006

Não sei como dizer-te...



Não sei como dizer-te que minha voz te procura e a atenção começa a florir, quando sucede a noite esplêndida e vasta. Não sei o que dizer, quando longamente teus pulsos se enchem de um brilho precioso e estremeces como um pensamento chegado. Quando, iniciado o campo, o centeio imaturo ondula tocado pelo pressentir de um tempo distante, e na terra crescida os homens entoam a vindima - eu não sei como dizer-te que cem ideias, dentro de mim te procuram.

Quando as
folhas da melancolia arrefecem com astros
ao lado do espaço
e o coração é uma semente inventada
em seu escuro fundo e em seu turbilhão de um dia,
tu arrebatas os caminhos da minha solidão
como se toda a casa ardesse pousada na noite.
- E então não sei o que dizer
junto à taça de pedra do teu tão jovem silêncio.
Quando as crianças acordam nas luas espantadas
que às vezes se despenham no meio do tempo
- não sei como dizer-te que a pureza,
dentro de mim, te procura.
Durante a
primavera inteira aprendo
os trevos, a água sobrenatural, o leve e abstracto
correr do espaço –
e penso que vou dizer algo cheio de razão,
mas quando a sombra cai da curva sôfrega dos meus lábios,
sinto que me faltam
um girassol, uma pedra, uma ave – qualquer
coisa extraordinária.
Porque não sei como dizer-te sem milagres
que dentro de mim é o sol, o fruto,
a criança, a água, o deus, o leite, a mãe,
que te procuram.

(Herberto Helder,
Excerto do poema Tríptico in "A Colher
na Boca")


Imagem de autor desconhecido

8 comentários:

Sulista disse...

Amiga,
ando aqui por perto...Boas Férias
ou bom descanso da Guerreira ;-)

Até mt breve,
BEijinho GRande!

aaron disse...

Não sei como dizer-te...como adorei esta escolha. Perfeita!!
Bjs

José Alberto Mostardinha disse...

Olá:

Mais uma amiga visita,
Diária...como não podia deixar de ser,
Agradeço o teu precioso comentário,
Que no Estados Gerais gostarei de lêr!

Um beijo,

Passeando no Parque disse...

Eu sei que dizer-te!! Que cada passeio neste teu jardim é uma surpresa cada dia melhor. Gostei destas palavras escolhidas e ao som desta musica trazem um sentimento muito bacana ;
Beijão amiguita

Samantar Mohi disse...

oi! É a primeira vez que visito a menina marota...gostei bastante deste extrato do grande Herberto Helder...expor-nos, às vezes, é-nos o maior dos milagres...e já agora obrigado pelo comentário...fizeste-me existir...lol...bom fim de semana também***

Paula Raposo disse...

Magnífico!! Beijos.

Anónimo disse...

dejemen decirles, que un amante de la poesia y de las bellas imagenes de vida ha encontrado un motivo para visitar buestra pagina os felicito, y os doy un abrazo de corazon...


gracias por compartir tanto...para tantos...


andres botache

Anónimo disse...

This is very interesting site... Exercise and phentermine Lasik+surgeon+green+bay Voice over ip trunks Football shops uk pharmacy sell adderall no prescription needed Proteomics lung cancer Www va lottery com Armless chair cover slip Car insurance san jose How to stop using the pop up blocker bedroom bondage Financial planning consultant services 20 down blouse Automotive washer bottle Forget me not stationery Antivirus software free online virus Divorce center in philadelphia fishing gifts http://www.cruises-9.info