terça-feira, agosto 01, 2006

Esta tarde...


Imagem autor desconhecido


Esta tarde,
de ideias e preconceitos
e revi-me nas memórias de um tempo
que ainda não terminou.

Exalei meu perfume de fêmea madura,
expirei meu suspiro de loba faminta,
olhei para dentro de mim
e revi-me nos braços de um passado,
que se tornou presente,
de quimeras e luares,
de suores e verdades,
de paixão quente
que nunca esfriou.

Esta tarde,
sentei-me na areia
e na simplicidade
de todas as horas perfeitas,
revi-me em momentos
sublimes, únicos
onde fomos
os actores principais.

Esta tarde,
no cheiro do silêncio
que se confunde com o rumor do mar
saciei-me na voz que não ouvi,
na meiguice das palavras que não disse,
na mão que procurei e não descobri.

...segui meu caminho deixando o mar para trás,
levando no coração o calor da frieza irónica da solidão,
que senti no meio da multidão.
Desta tarde...
nada mais resta...anoiteceu...


(Memórias minhas...)

23 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Delícia o seu dizer. E depois da tarde o inevitável surgir da noite.
Cadinho RoCo
www.balaiodeminas.com.br

Carlo disse...

Quero descobrir
Teu corpo, teu suor
Percorrendo, correndo
Sem pressa os instintos.
Deixar mãos
Colarem pernas
Marcarem seios
Rasgarem bocas.
Quero tua descoberta
Feita em meu corpo
Na luxúria nossa de cada dia

Barão da Tróia II disse...

Juro que queria dizer mal, juro. Mentira não queria nada. Sinto é que dizer que está soberbo é pouco.

pitanga disse...

Menina ainda bem que voltou. Estava ficando preocupada depois do post de sábado. Agora lendo seu texto entendi. Não foi só a gaivota que mergulhou no mar. Você mergulhou dentro de si e foi buscar sentimentos adormecidos mas não mortos. Já fiz esse caminho e apesar da volta a realidade ser dolorosa, o bom é nos sabermos vivas e pulsantes.
beijos pitanga

diabinho disse...

Por vezes a vida é assim...
Mas continuaste em frente... k bom...
bjs

pitanga disse...

Menina, agora vim com mais calma. Que foto tão linda!!
beijos pitanga

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

desta tarde... restam as memórias

Beijos

Cristina disse...

Parabéns :)
beijinhu
P.s.
Adoro esta música, será que me podes dar o titúlo e o autor?
:)

Joe Nunes disse...

A serenidade que consegues transmitir com as tuas memórias apesar de se pressentir um sofrimento que se vislumbra nas tuas palavras é uma mais valia que capto e cala fundo em mim. Das minhas memórias especialmente as que me fizeram sofrer não consigi recordá-las com esta tranquilidade.
Gosto destes momentos tão teus!!

Cpms do

J.N.

Passeando no Parque disse...

Esta musica tem um significado muito especial para mim. Um dia te conto.
Imagem linda tal como as palavras;
beijão pra vc

Sandra disse...

O projecto vai continuar: "O Abismo Negro dos Sonhos Esquecidos 2". Deixo endereço. Objectivo: trabalho com uma (progressiva) construção mais exigente e madura.
Gostaria de te ver por lá.

Beijinhos :)

amita disse...

"Esta tarde
no cheiro do silênco"
renasceste...
pelos passos da saudade.

Belo, muito belo este teu poema,MM.
Minha amiga, como sabes, ando muito ausente da net e por isso reforço o meu desejo de que este ano que iniciaste se preencha de sorrisos lindos e que os teus sonhos se realizem.
Parabéns, MM, atrasados mas são do coração.
Um bjinho grande e uma flor

Que música bonita. **

rouxinol de Bernardim disse...

Sublime encantamento que nos deslumbra e inebria como um banho de Poesia pura no Lago Azul do Éden!!!

Vir aqui é como ir a Roma e colher a benção do Papa! És uma papisa na arte sublime de envolver os sentimentos com a ternura de uma "loba faminta" ...

Bernardo da Maia disse...

Gostei muito deste seu poema, que mais dizer...está td dito.

Minda disse...

Palavras que nos deixam simplesmente... mudos. Lindo poema!

maresia_mar disse...

OLá
as tuas palavras deixam-me maravilhada.. lindas as tuas memórias.. Bjhs e bom fds

sofialisboa disse...

venho aqui todos os dias porque gosto de ler as tuas palavras, mas hoje não resisto em deixar um pouco do meu silêncio, encheste-me a alma com as tuas palavras, bem hajas. sofialisboa

Jo§e disse...

Excelente como de costume

Um beijo

Claudinha disse...

Ontem tive aqui mas o blogger ñao me deixou comentar. Li e reli este poema que amei muitoooo!!!!
A imagem é uma maravilha!!
Beijosssss da Claudinha

Antonio Melenas disse...

Poema lindíssimo! Cada vez me maravilho mais com os blogues. Não foram eles e tanta gente bonita ficaria por revelar.
abr.
António

aflores disse...

Reviver...retornar a este teu cantinho.

Samantar Mohi disse...

ola...gostei bastante do poema mas estes versos ficaram-me cá dentro:
"saciei-me na voz que não ouvi,
na meiguice das palavras que não disse,
na mão que procurei e não descobri..."

Boas divagações
e vai dando uma olhadela ao meu blog: samantarmohi.blogspot.com

Xico Rocha disse...

Parabéns, que foto maravilhosa.
Xico Rocha