quarta-feira, maio 17, 2006

Entre os teus lábios ...


Imagem de autor desconhecido


Da chama em doçura
Entre os teus lábios
é que a loucura acode,
desce à garganta,
invade a água.

No teu peito
é que o pólen do fogo
se junta à nascente,
alastra na sombra.

Nos teus flancos
é que a fonte começa
a ser rio de abelhas,
rumor de tigre.

Da cintura aos joelhos
é que a areia queima,
o sol é secreto,
cego o silêncio.

Deita-te comigo.
Ilumina meus vidros.
Entre lábios e lábios
toda a música é minha.

(Poema de Eugénio de Andrade)

19 comentários:

Pamina disse...

Que se pode dizer, senão que é belíssimo?:) É só deixarmo-nos levar pelas palavras. Parabéns pela escolha.
Um beijinho.

JL disse...

As palavras e a música deixam-nos completamente embevecidos... Um beijo

Friedrich disse...

Sexta ou sábado 19/20 sai a nova novela de capitulo único, é uma autentica bomba, acho que vão todos delirar com os acontecimentos, não percam é de rir e chorar por mais...

Beijos

Carva disse...

Esta menina não é "marota" mas sim "encantadora".
Desde há muito tempo que diariamente aqui procuro um pouco de ar puro, ganhando forças para suportar as vicissitudes da vida a que nos obrigam. Os poemas e a música, sempre a condizer, divinais !!!
Hoje semti-me na obrigação de desabafar
Obrigado "Menina encantadora"
Carva

ÍntimoSedutor disse...

Amei o poema....Bello....
Querida,
Vem comigo....
Tenho surpresa hoje...
Besitos...marotos...

ÍntimoSedutor disse...

Amei o poema....Bello....
Querida,
Vem comigo....
Tenho surpresa hoje...
Besitos...marotos...

Belzebu disse...

As tuas escolhas já são as minhas! Excelente poema de Eugénio!

Saudações!

Friedrich disse...

Muitos nesta altura perguntarão, a razão deste trabalhão todo que me levou a desmascarar os inconscientes; pois bem, além de não suportar ataques de anónimos ou falsos nicks, pela sua cobardia, muito menos tolero a comparência dos mesmo nos jantares organizados pelos bloggers. E que, ainda por cima tem o IP parecidíssimo com o meu, com a diferença de dois únicos algarismo no final! Razão mais que suficiente...

Beijos

boleia disse...

sempre sedutor, sempre bonito!

Delfim Peixoto disse...

E em toda a Música que os meus lábios se colem aos teus...
Mais uma boa escolha
bjnhs doces

Passeando no Parque disse...

Mais um passeio, por entre a beleza das palavras, da musica e das imagens. Beijo pra você.

AS disse...

Eugénio de Andrade!... Palavras para quê?
Ele continua entre nós através da sua poesia...

Obrigado querida amiga por este belissimo momento!

Um beijo e bom fim de semana

Arion disse...

Como esse poema me fala perto nestes dias que me correm! Beijo!

lena disse...

que belo momento este menina linda e tu encantas-me

Eugénio está sempre presente

um dos seus belos poemas
adorei!

beijinhos para ti e um abraço com muito carinho


lena

Era uma vez um Girassol disse...

Magnífico!
Obrigada, minha amiga, por este belo momento de poesia...
Bjinho

OrCa disse...

Olá, Menina... Como prometido levei a tua Sophia aos olhos e à alma dos presentes no encontro mensal de São Domingos de Rana.

Apresentei as tuas desculpas na ausência incómoda pela distância, mas dei o meu melhor para que acontecesse a proximidade pelos afectos.

Obrigado pela tua sugestão. Houve aplausos.

augustoM disse...

Entre beijos humidos e saborosos.
Um beijo. Augusto

Crowe disse...

O grande Eugénio! Entre lábios nos perdemos e encontramos!

Delfim Peixoto disse...

Desculpa mas o endereço do meu blog alterou:http://transparenciasereflexos2.blogspot.com
um bjnh doce