segunda-feira, março 06, 2006

A um Secreto Leitor...



No silêncio da noite é que eu te falo
Como através dum ralo
De confissão.
Auscultadores impessoais e atentos,
Os teus ouvidos são
Ermos abertos para os meus tormentos.

Sem saber o teu nome e sem te ver
- Juiz que ninguém pode corromper –
Murmuro-te os meus versos, os pecados,
Penitente e seguro
De que serás um búzio do futuro,
Se os poemas me forem perdoados.

(Poema de Miguel Torga)

38 comentários:

mariaclarinda disse...

Lindo o poema de Miguel Torga...sabes oiço montes de vezes esta música é linda....deixo o teu blog aberto para a ir ouvindo enquanto faço outras coisas....

tícia disse...

Cá estou de novo. adorei seu blog. lindo este poema que dedica. Bjs fofos

Perfect Woman disse...

Sempre com poemas sábia mente escolhidos, minha linda...
E com uma musica a adocicar todo este ambiente encantado...

Jinhos ternos

João disse...

Olá sol, como vais?, um abraço

adesenhar disse...

excelente escolha, é do Miguel Torga e está tudo dito.

:)

Anónimo disse...

Se é para mim que sou um anónimo leitor teu, fiquei deveras impressionado; como adivinhaste que não passo um dia sem aqui vir respirar este ar tão doce?
Matas-me com a música que aqui colocas; sou mesmo um apaixonado teu..
teu secreto admirador

:)

a lice disse...

Parabéns pelo blog!

Não conhecia mas prometo voltar!

fatima disse...

Gosto muito de teu blog, parabéns!
Esta musica é linda linda linda.

Joe disse...

Seguida da vovó meiga e bonita
Ela entrou saltitante no armarinho
Tem fita de cedem azul marinho ?
Qual o preço?... pergunta ela catita...

Um beijo cada metro senhorita...
-responde-lhe o caixeiro com carinho,
é muito caro, mas enfim mocinho
corte-me doze metros dessa fita

Nisto o caixeiro que era almofadinha
Mas que depressa despachou a zinha...
Todo alegre e gentil todo liró...

Pronto formosa, o pagamento agora
E a moça responde-lhe sem demora...
Adeus, quem paga as contas é a vovó...

peguei daqui, da dirce correa meyer e dedico a ti menina marota
http://www.poesiasemensagens.com.br/dirce/marota/menina.htm

beijo pra vc

Mendes Ferreira disse...

.....eu é que Agradeço....com um beijo por um post "rubro"....


bjo.

Manel do Montado disse...

Como é bom reler o Dr. Adolfo Coreia da Rocha. Excelente escolha. Estou de volta depois de uma semana de trabalho complicada.
Um beijo e um grande obrigado pelas generosas palavras enviadas e que deixaste no Montado.

lince disse...

belo este espaço!
parabéns.
continuarei a passar.
belo poema!

Fernando Bravo disse...

É, às vezes dão jeito auscultadores impessoais e atentos...

Pamina disse...

"Um búzio do futuro..." Acho bonito.
Obrigada pelo poema, bom início de semana e um beijinho nosso.

A Dread disse...

Fantástico, adorei o poema, o teu blog é um cantinho de muito bom gosto. Beijinhos

lena disse...

lindo poema de Torga. que "presente" com tão bom gosto, como sabes tocar na sensibilidade de cada um por seres assim sensivel

sem dúvida uma boa escolha menina linda

beijinhos docinhos, muitos para ti

lena

Desambientado disse...

Menina Marota. Vim retribuir a amavel visita.
Já por aqui tinha passado silenciosamente, sentido-me um pouco intruso.
Posso dizer-te que gostei tanto deste blog agora, como das outras vezes que aqui estive: sóbrio, interessante, com excelentes escolhas e melhores ilustrações.

Parabéns.
Voltarei, nem que seja na escondida da noite.

T. disse...

Belíssimo post - e não é a tal excepção...
Grata pelas tuas visitas, eu, infelizmente, não tenho sido tão assídua quanto gostaria e, pior, esta fase de muito pouco tempo livre parece que ainda está para durar :(

Beijo grande, grande.

dakidali disse...

Parabéns, é bom descansar aqui.
Beijinhos
Teresa

Crys disse...

Um belo poema, uma bela imagem, uma bela homenagem a quem infla nosso ego com carinho anônimo... Um beijo querida.

H. Sousa disse...

Obrigado pela sua compreensão e solidariedade. Restante seguiu via email. Obrigado, uma vez mais.

azurara disse...

Isto transborda sensualidade.
Da imagem... à melodia... é a Marota a "rasgar".
É sempre uma delícia vir aqui!

Luís Monteiro da Cunha disse...

Sabe tão bem, saber-te de novo assim... cheia de pujança e beleza, a oferecer-nos preciosidades...

Beijinhos

António disse...

Um pequeno, bonito e intencional poema de um dos nossos maiores do sec. XX...e não só!

Obrigado pela visita, Menina_Má.
Então gostaste que eu tivesse apanhado uma chapada?
eh eh

Beijinhos

Linger disse...

Grande Miguel Torga,belo Poema.Cumprimentos.

António disse...

Claro que acredito.
Há muita gente que nunca bateu nos filhos. Eu também nunca bati no meu...mas porque ele foi sempre tão sossegadinho e obediente...
Mas acho que um tabefe aplicado na hora vale mais que mil palavras.
Apanhei muitos e não me fizeram mal, antes pelo contrário.

Beijinhos

Passo disse...

cont um espectaculo este blog

francis disse...

Lindo. Estou completamente fora da poesia de Miguel Torga :-(

travessias disse...

Uma boa semana, também. E grato pela visita.

Adryka disse...

Olá amiga, já cá tinha vindo ontem, mas apercebi-me que publiquei coma identidade da minha sobrinha, repito o que disse ontem, este blog é um blog cheio de bom gosto e muita qualidade.Beijinhos amiga

lique disse...

Tão aparentemente simples e tão belo, este poema de Torga! Belíssima escolha, amiga. Beijinhos

Amaral disse...

Miguel Torga é sempre bem lembrado!... Eu vou lembrar a mulher, neste dia 8. Merece! Um beijo e uma flor!

Lumife disse...

Venho desejar-te que passes um Bom Dia .

Beijos

romero disse...

Después de una tarde agotadora, sin resultados, sin mucho que esperar... Vengo a visitar tu cubil y siempre es tan refrescante leerte, revitalizante ...
besito :)

Manuel disse...

que tormentos passa minh'alma
mas ela se fortifica neles
o silêncio lavra, grada e semeia

a noite passa
o orvalho sobe e flui

o sol volta
a cor define meu estado

e a sementeira aquece
e prenhe de calor
germina

água!
água pró meu amor!

Manuel

Anónimo disse...

acho o teu blog muito bom,tb conheço esta musica.Um dia sobre a India (fotos)fiz um slidshow com este cd....
Bateu certo..
Tu tens textos muito bons,que eu gosto
Jinhos
Paulo

canela_e_jasmim disse...

Obrigada pela tua visita. Fiquei emocionada, porque foste a primeira e também porque te deste ao trabalho de me ler e comentar. Adoro o teu blog , os teus textos e apoesia que escolhes.Um abraço muito grande!

Manel do Montado disse...

Posso usar esta imagem num post meu no futuro?
reli eset post que me diz qualquer coisa...acalma e descansa.
Beijo