quarta-feira, março 29, 2006

Se eu pudesse...

Imagem de Steve Hanks


Se eu pudesse iluminar por dentro as palavras de todos os dias
para te dizer, com a simplicidade do bater do coração,
que afinal ao pé de ti apenas sinto as mãos mais frias
e esta ternura dos olhos que se dão.

Nem asas, nem estrelas, nem flores sem chão
- mas o desejo de ser a noite que me guias
e baixinho ao bafo da tua respiração
contar-te todas as minhas covardias.

Ao pé de ti não me apetece ser herói
mas abrir-te mais o abismo que me dói
nos cardos deste sol de morte viva.

Ser como sou e ver-te como és:
dois bichos de suor com sombra aos pés.
Complicações de luas e saliva

(Poema de José Gomes Ferreira)

35 comentários:

Henrique Santos disse...

Bem escolhido o tema e bem escolhida a música... que beleza... aqui me sinto bem, mesmo!
Bjinhos Ricky

N.º 1 disse...

Guardas um segredo? tchhh Adoro poemas de amor!!!
Bjs e obrigado pela visita.

Bom Garfo disse...

«Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo…»
(Fernando Pessoa)

a lice disse...

Belíssimo, este poema!:)

Adryka disse...

vir cá é beber, qualidade em poesia, adoro o que escreves, já o disse algumas vezes . Beijinhos

Anónimo disse...

Gosto imenso ler José Gomes Ferreira.
Tb gostava imenso que alguem um dia me tivesse escrito ou lido um poema assim !:)
bjs annie hall do outsider

wind disse...

Muito forte e sensual:) beijos

LibeLua disse...

Muito agradável o teu novo recanto... (novo para mim... que ando alheada da vida social blogueira. Não conhecia este poema do José Gomes Ferreira. Magnífico!
Obrigada pela visita e palavras deixadas lá nos Poemas de Chinelos.

Pamina disse...

Às vezes esquecemo-nos de certos poetas. Gostei muito de recordar este poema.:)
Um beijinho.

canela_e_jasmim disse...

Obrigada pela visita ao textos-e-pretextos!E mais mil obrigadas por este poema do José Gomes Pereira, um poeta que eu adoro desde garota.
Bem hajas pelo teu bom gosto.
bjs

Peter disse...

O meu primeiro contaco com José Gomes Ferreira, foi através do seu livro: POESIA VI

"No amor o risco está em substituir as mãos de chama
por luvas de cristal
de fogo adormecido."

Arion disse...

Eu já tive isso, um dia. Resta-me a poesia. Sempre fica alguma coisa...

Miguel disse...

Não conhecia!

Mas mereceu a minha atenção!

Bjks da Matilde

PS: No meu post do Paulo Coelho, o julgar é mais no sentido de criticar!

Era uma vez um Girassol disse...

Não conhecia e achei tão bonito...
Obrigada por o partilhares!
Beijinho

Amaral disse...

Não me lembrava dos poemas de José Gomes Ferreira, e este soneto surpreendeu-me. Gostei.

Belzebu disse...

Para além do poema que desconhecia surpreendeu-me a musica que não ouvia á muitos,muitos anos e que tem uma letra que sempre desperta sentimentos muito especiais!

Mas eu nem costumo falar assim tão sério, não sei o que se passa comigo!

Cosmic Men disse...

Este cantinho de poesia é sem duvida optimo para enriquecer a alma...

Parabéns.

MDeus disse...

Bom dia Menina Marota, sabe bem visitar este espaço e relaxar um pouco com boa poesia.
Parabéns e um bom dia para si.

Ofeliazinha disse...

Faz uns tempos estive neste blog, continua lindissimo.

as velas ardem ate ao fim disse...

este blog e simplemente lindoooooooooooo de morrer!
Se eu pudesse ............dar a volta a vida e ser feliz.

bjos

augustoM disse...

Notámos a tua ausência no jantar, foi uma pena não voltarmos a ver-te.
Um beijo. Augusto

Passo disse...

se eu podesse, mudar a vida p um so dia, q faria com tal poder, q faria sem me arrepender :)

maresia_mar disse...

Ah se eu pudesse.. dava cabo do computador pois desde há horas que tento comentar e sem sucesso ah ah.
Agora a sério, adorei este post... Se eu pudesse abriria as portas de par em par e deixaria entrar na vida de cada um a magia da Primavera.
Bjhs vizinha e amiga

João disse...

Tudo é na vida um mistério nesno quando não podemos compreender ou sentir

João disse...

"mesmo"

Pedro Melo disse...

Oi obrigado pela visita no meu blog!
Encontrei aqui mais um local onde me posso "perder e viajar"!
Gostei muito de passar por aqui, e ja agora peço autorização para linkar o seu blog...

:)

Palavra Rasa disse...

A qualidade impera em todo o blogue, boas escolhas.

Palavra Rasa disse...

http://palavrarasa.blogspot.com/
Beijos

Aran disse...

Obrigada!!! ;) E relativamente à tua questão... tenho sim... no meu bloguito e nestes links:

http://capricornioemim.blogs.sapo.pt/51329.html

http://capricornioemim.blogs.sapo.pt/52065.html

http://capricornioemim.blogs.sapo.pt/53394.html

Joana disse...

adorei=)
não conhecia e simplesmente adorei...
acho que já disse isto, mas adorei mesmo=)

Isabel Magalhães disse...

Menina_marota;

O José Gomes Ferreira é também um dos meus poetas de todos os dias.

Os livros que tenho dele embora usados com carimho acusam o desgaste de serem muito manuseados.

Gostei muito desta escolha.

Bom fim de semana.

* :)

romero disse...

No conocia ese poeta, el poema es sencillo, pero muy guapo.

Bueno leerte de nuevo, menina.

Besito

ocantinhodajuca disse...

Adorei o poema, alias gostei muito do teu cantinho.
Espero-te no meu.
Jocas da Juca

Áurea disse...

Gosto imenso deste sítio, porque me relaxa e me faz bem à alma, e, também porque me identifico com a menina marota, cuja sensibilidade e estética me causa algum devaneio!
Parabéns e um beijinho :-)

AS disse...

Sabes... fez-me bem ler este poema!...

Um beijo