sexta-feira, fevereiro 03, 2006

Alvorecer...


Imagem de Rodney Smith

Vai a fresca manhã alvorecendo,
vão os bosques as aves acordando,
vai-se o Sol mansamente levantando
e o mundo à vista dele renascendo.

Veio a noite os objectos desfazendo
e nas sombras foi todos sepultando;
eu, desperta, o meu fado lamentando.
fui co'a ausência da luz esmorecendo.

Neste espaço, em que dorme a Natureza,
porque vigio assim tão cruelmente?
Porque me abafa o peso da tristeza?

Ah, que as mágoas que sofre o descontente,
as mais delas são faltas de firmeza.
Torna a alentar-te, ó Sol resplandecente!

"Sonetos", Marquesa de Alorna (1750-1839)

65 comentários:

Amaral disse...

Lamento e grito ao alvorecer! Mágoas que ficam e alertam a necessidade de iluminar horizontes…

Manel do Montado disse...

Que saudades dos momentos únicos que me dás e que cinicamente entendo meus, embora os partilhes com todos os que te visitam.
Ler-te ou ler as tuas escolhas com Enya em fundo é de uma nostalgia misturada em mim, do belo e do bestial que já vivi.
É por isso menina que fazes a diferença. Ler-te propicia uma apreensão da tua sensibilidade, uma grandeza de alma que trazes e que aqui nos ofereces…nada mais escrevo porque a alma se enruga e o arrepiar da pele pronúncia um turbilhão de sentimentos que hoje não quero.
Beijo

Pamina disse...

Há que tempos não pensava na Marquesa de Alorna. Gostei muito do conjunto.
Votos de bom fds. Um beijinho.

ferrus disse...

Sim!
"torna a alentar-te, ó Sol resplandecente",
que nunca a noite lhe tome o lugar
e cubra a copa dos teus pensamentos
com o seu negrume de silêncios...
Beijos...

De Amor e de Terra disse...

Há já muito que não lia nada desta Autora; obrigada por me recordares...
Gostei da imagem; gosto da Marquesa..

Beijosssssssssssemalhorasssssssss

Maria Mamede

Isabel Magalhães disse...

Olá menina marota,

muito bom dia, neste sábado com um sol tímido a espreitar...

mais uma coisa em comum; a marquesa de alorna. e a foto que suponho ser da amazónia. se não for não faz mal... é assim que eu a imagino. .)

um beijinho.

m@nuel disse...

Sempre o alento do sol no dia seguinte.
Sempre a promessa da luz.
Que nenhuma noite te seja longa de mais.

Zeak disse...

Sempre que passo por aqui, só quero é ficar, mas tenho de viajar por outros lugares, o que é uma pena.
Post no lugar do costume.
Passa por lá e fica bem.

wind disse...

lindo. Só recentemente descobri esta poetisa e estou a gostar:) beijos

lena disse...

fico feliz por saber que vais voltando devagarinho,
este soneto é uma excelente escolha, um despertar de um lamento, numa ausência de luz, num grito ao sol, que Marquesa da Alorca tão bem sabe dizer em cada seu verso
são belos e únicos os momentos que passo aqui

deixo-te um beijo meu e a continuação das tuas melhoras, doce menina

lena

vab disse...

Parece que fazes sempre as escolhas acertadas, os textos aparecem sempre na melhor altura!
um beijinho!

Menina do Mar disse...

Este blog é muito interessante.O poema de Marquesa de Alorna é bonito e a musica também.Frequentei a escola com o nome desta poetisa,quando tinha dez anos.Achei interessante a referencia a esta poetisa tão pouco "falada" actualmente.

Jorge Moreira disse...

Belas imagens. A poética e a outra.
Bom fim de semana

Carlos disse...

Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor.

Mr. D disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog. Ele teve outra virtude: puxou-me para vir ver o teu, de que gostei muito.
Parabéns pelo blog. Vou voltar.

Mr. D disse...

Obrigado pelo comentário no meu blog. Ele teve outra virtude: puxou-me para vir ver o teu, de que gostei muito.
Parabéns pelo blog. Vou voltar.

Isabel-F. disse...

OLá Querida,
Vim desejar-te um bom domingo e dizer-te que eu tenho o teu poema...que guardei...pois recebo os comentários na minha cx de correio...foi aí que eu vi que não estavam a aparecer no Blog...ontem enviei-te uma mensagem para o Sapo ,mas veio devolvida pois tinhas a cx cheia...
está guardado..e um dia destes vou publicá-lo....

Beijokas

Zecatelhado disse...

Lindíssimo.

Um @bração do
Zecatelhado

JL disse...

Não conhecia. Adorei. Resplandece tu, também!

Um beijo e boa semana

luis manuel disse...

Sol resplandescente, em tempos de Inverno.
Novos alentos se conseguem.
Uma boa semana

Um abraço

Cristina disse...

Muito lindo menina
:)
uma boa semana para ti
beijinhu

Brisa do Mar* disse...

Alvoreceu agora a minha alma com este suave encanto de palavras!

Obrigada por este presente de Domingo.

Um beijo

Annie

lazuli disse...

gostei muito de te ler, como é hábito...
Um beijo!

☆Fanny☆ disse...

Que encanto para a minha alma! O poema é simplesmente lindo!

Um abraço resplandecente de alvoradas*

Fanny

maresia_mar disse...

Bom dia alegria! A tua sensibilidade, a tua escolha nos posts, poemas que publicas é espectacular.. deve ser culpa do mar que nos banha a alma.. Bjhs e boa semana

AS disse...

Como sabes eu adoro sonetos! Mas este soneto é de uma beleza invulgar!....

Lindissimo!
Bejocas e uma boa semana

Ana Luar disse...

Tudo neste blog me encanta...a musica doce de Enya...que eu adoro.
O spoemas da Marquesa que são fabulosos e que leio bastante ...porque me identifico com alguns...adorei o bom gosto que por aqui habita. Só me resta desejar-te as melhores...pk sei que estás em recuperação...beijo cheio de ternura e polvilhado de eternos carinhos

Vênus disse...

Olá
Sempre belas palavras e músicas...
Boa semana!
Um beijo!

Lumife disse...

Li agora que tinhas sido operada. Desejo-te franca e rápida recuperação.

Já colocámos o cartaz de promoção do ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO aos 22 de ABRIL. Também já saíu o programa. Espero que possas estar nesta confraternização.

Bjs e as melhoras

Miss-Devil disse...

oi!
um belo soneto sem duvida nenhuma
jokas

fatima disse...

gostei muito teu blog
parabéns
boa semana

Andreia Ramos disse...

gostei muito do teu blog!mesmo!
beijinho!

peciscas disse...

Um belo e clássico soneto, adequadamente ilistrado.

Passo disse...

:) belo sol q ilumina a nossa breve existencia

lusoblogger disse...

"Neste espaço, em que dorme a Natureza,
porque vigio assim tão cruelmente?
Porque me abafa o peso da tristeza?"

adorei... continua a proporcionar-nos estes belos momentos!

beijoka

lique disse...

Há tanto tempo que não lia nada da Marquesa de Alorna! Foi bom reencontrar aqui um dos seus sonetos. Beijinhos, amiga.

soldeinverno disse...

tão belo... muito boa escolha... jinhuz

Silêncios disse...

Valha-nos o sol, com o seu esplendor, para não esmorecermos perante o peso da tristeza que por vezes, nos abafa...
Fica um abraço

Carmem L Vilanova disse...

Amiga,
Depois de quase duas semanas de gripe intensa venho para saber de ti e ler as tuas novidades!
E, claro, aproveito para deixar-te muitos beijos, flores e muitos sorrisos!

azoriana disse...

Um Bom Dia para ti, porque hoje festeja-se na Ilha Terceira o Dia de Amigas. Beijinhos

lena disse...

passei, reli este soneto especial e desejar-te que todos os dias sejam para ti se um Sol resplandecente

as tuas melhores menina linda


beijinhos muitos para ti


lena

T. disse...

Que bela proposta de (re)leitura em final de tarde de dia tão cinzentão!

[Já totalmente restabelecida?]

Beijinho meu.

Ivan disse...

Seu blog é muito bonito. E o cuidado que tem com as fotos é admiravelmente encantador.
Eu é quem agradeço o carinho de sua visita.

Talvez eu fique umas duas semanas sem aparecer. É por conta da cirurgia. Vou marcar o dia hoje, e espero que seja para amanhã. Se for assim, até lá. Para compensar, republiquei outro texto hoje!

Beijo no coração!

Ps.: Dias atrás, depois de ter conhecido meu blog, o editor do Catanduva na Rede gostou das coisas que viu escritas por lá e, me convidou a colaborar para o seu site. Depois de alguns e-mails e esclarecimentos, vou estrar no dia 16/02. Se puder, apareça para me prestigiar. O endereço: www.catanduvanarede.com. Obrigado!

Manel do Montado disse...

Passei e espreitei a três janelas tuas. Nem sinal da tua presença, só a marca da tua passagem.
Espero que tudo esteja bem.
Beijo

Manolo Heredia disse...

Que saudades de Florbela Espanca!

elisabete disse...

Nossa, poesias lindas, fotos então!!!

Pamina disse...

Passei para te desejar um bom fds e tornei a descansar aqui um bocadinho, enquanto relia o poema.
Um beijinho.

Marco Ferreira disse...

é sempre um prazer passar aqui e ler estas tuas escolhas

bom fim de semana

marinheiroaguadoce a navegar

luis manuel disse...

A alvorada despertou à algum tempo.
Espera-se a firmeza ao Sol resplandecente.
O mundo que renasce, e modifica o descontente.
Um abraço

Fernando Bravo disse...

"Ah, que as mágoas que sofre o descontente,
as mais delas são faltas de firmeza."

Bem visto...

mar disse...

Marquesa de Alorna......... Saudades da minha meninice, andei nessa escola aqui em Lx S. Sebastião da Pedreira, séculos atrás... :)
Beijos e bom fim de semana

lanterna disse...

Blog simples e bem apresentado.
Adoro poesia!
Desejo-te um rápido restabelecimento.
Beijo.
http://calinadas.blog.pt/

Lola disse...

Olá
Obrigada pelo excepcional bom gosto deste blog.
Espero voltar mais vezes.
Lola

Confissões disse...

Lindo poema!!
Obrigada pela tua mensagem.. sim, fiquei triste por ter apagado aquele blog.. estava e estou na altura que as coisas não estão a correr bem.. vamos lá ver se não me dá pancada novamente!
Vou linkar-te porque gostei muito do teu blog. Beijos!

TMara disse...

já estás recuperada, amiga. desejo k sim.
Bj e bom f.s ;)

lazuli disse...

"Porque me abafa o peso da tristeza?"

Estás bem? vim deixar-te um abraço apertado, minha amiga..

Friedrich disse...

Essa recuperação vai devagar, como mostra a assiduidade dos teus post's, espero que te retabeleças rapidamente.

Beijos de boas melhorías

Manel do Montado disse...

Boa noite em véspera de S. Valentim.

Carlos disse...

Deus
criou
a beleza,
e não
vestiu
as flores,
que o nu
não é
pecado.
Pecado
é esconder
o belo,
dos olhos
do ente
amado

The smokerman disse...

Menina Marota: hoje foi o dia de eu voltar à vida. Não te sabia doente, senão já te tinha dado mais cedo um sinal de alento. Volto com a retoma do Luz Portuguesa e com um outro blog, escrito a várias mãos, todas familiares: Teoria da Conspiração (atenção ao endereço: http://teoriadacosnpiracao.blogspot.com). Desejo-te, de coração, as melhoras e que a luz volte a iluminar teus olhos. Sempre.

Sulista disse...

Oh Amiga...atão??? como vão as coisas e a saúde??

Olha, se te apetecer, passa por 'lá' a dar a tua preciosa opinião sobre uma coisinha... ;-)

Beijinho e abraço Grandes

Einheriar - Armada Viking disse...

simplesmente... é

Freddy disse...

Desaparecida em combate?

Última Hora: Violentissima operação na blogosfera portuguesa... Zona Franca lança OPA sobre Abrupto

henrique doria disse...

Obrigado por me lembrares a Marquesa de Alorna que eu há muito não recordava.Belíssimo este soneto. Muitos beijos.

Luiz de Araújo Júnior disse...

Olá, gostei muito do seu blog e fiquei tentado a roubar essa foto do bosque para o meu último post.