segunda-feira, outubro 03, 2005

A todos e a cada um dos meus amigos


Imagem daqui

Por um por todos por nenhum
faço o meu canto canto a minha mágoa
num desencanto aberto pelo gume
deste pranto tão limpo como a água.

Por nenhum por todos ou por um
eu dou o meu poema o meu tecido
de palavras gravadas com o lume
do medo que na voz trago vencido.

Por nenhum por um mesmo por todos
sou a bala e o vinho sou o mesmo
que pisa as uvas os versos e o lodo
num chão onde a coragem nasce a esmo.

(Poema de Joaquim Pessoa)

Ainda não me sinto com forças, na fragilidade do meu ser, para aqui estar.
Estou grata pelos vossos afectos e, pelas vossas palavras.
Elas são, realmente, o incentivo que me trazem aqui novamente...

45 comentários:

batista filho disse...

é para ti
que provavelmente
jamais verei face a face
em cujos versos
entrevejo parte do que és
que ponho nesse abraço que abraça
sem sequer te tocar
parte de minh’alma

fica bem

Passo disse...

bem escolhido o poem :) um beijo e um abraço, para todos e p nenhum :)

Elise disse...

menina, o tempo tudo cura.

abraço

Mocho Falante disse...

Daqui abro as minhas asas e com elas te abraço e te enxugo as lágrimas, para te ver sorrir quando a alma te permitir, mas vou esperar pelo teu sorriso porque só assim vale a pena....

Beijocas

maresia_mar disse...

Ainda bem que estás melhor, já tinha muitassssssssssss saudades tuas.. lindo poema, aliás como sempre o que deixas aqui escrito.. uma boa semana e põe-te a 100% rápido.. Bjhs

Manel do Montado disse...

As sinceras melhoras e um regresso em cheio com a qualidade e sensibilidade a que já nos habituaste.
Que das fraquezas do momento faças as forças do futuro.

Adryka disse...

Olá minha querida, como estás, vim deixar-te um beijinho e dizer-te que gosto muito de ti. Beijinhos muitos

Passo disse...

:) brigadu pela visita ... é distracção mesmo. nc me sinto amarrado nem pelas algemas q me prendem :) bj

Isabel-F. disse...

1 beijo para ti....

Anónimo disse...

deixa-te estar sossegadinha..mas fica aqui, que és bem precisa. Não precisas de dizer muito, basta um sorriso:)
Fernanda (lazuli)

Bom Garfo disse...

Bem-(re)vinda! :)

Maria do Céu Costa disse...

Obrigada pela oferta deste poema que aqui partilha connosco. Fez uma boa selecção que tráz com ela uma mensagem que tem estiver atento a entenderá. Beijinhos.

AS disse...

Um abraço enorme para ti e toda a força do mundo!!! Tem confiança!...

almaro disse...

a força, o animo, estará sempre no afecto, no abraço. recebe o meu, com a ponte de um beijo

romero disse...

Siempre me quedaré a tu espiera:) besos

Anónimo disse...

Voltaste!!Espero que estejas bem!!
Fizeste-me falta estes dias!!
Luis A. Mendonza (Primo)

Mar Adentro disse...

Confio na sorte, sei que o vento não sopra sempre na mesma direcção, e mais cedo ou mais tarde acaba por se cansar. Quando sei que alguém desiste do seu cantinho é como se a vontade de viver ficasse abandonada à força do mito. Sinto a perda de alguém que não sei quem é, mas que me faz sentir saudade. Costumo dizer que a saudade é sentir a falta de alguém de quem muito se precisa. Quero poder voltar aqui, quero poder partilhar uma lágrima, sentir um sorriso, um piscar de olhos. Enfim preciso sentir viva a vida. Acompanha-nos nesta dança...

Zica Cabral disse...

o poema é lindissimo.
Um beijo grande e força para ti. Fazes muita falta neste espaço bloguista
Zica

amita disse...

Um maravilhoso poema, uma belíssima imagem e uma alegria imensa de te ver por aqui. Bjokas grandes, amiga

adesenhar disse...

bom regresso :)
em paz e com saúde :)
as melhoras :)

bjks :)

Mitsou disse...

Bom regresso, Menina! Que o sol volte a brilhar nos olhos que iluminam o sorriso doce de uma mulher especial. Um beijo muito carinhoso, amiga!

Maria disse...

Todos temos os nossos invernos, todos precisamos de vez em quando, de descansar isolados para recuperar forças, por coisas nossas ou alheias. Independentemente do motivo, que a primavera te faça sentir a sua força e a sua coragem, que renascer não é coisa fácil e ultrapassar obstáculos é renascer. Um beijinho graaaandeeee!

Al disse...

Dias melhores e bons daqui para a frente, onde a coragem nasça a esmo.
beijinho

Vagabundo disse...

Espero que essa tua Fuga se transforme em Fugas mais animadoras e com sucesso.

Bj Vagabundo

Sulista disse...

Abraço grande!
Mt contente de te saber a recuperar forças e que estás a voltar (para nós), aos poucos!

Até sábado, muuuuiiiiitos
beijinhos ;-)

Vera Cymbron disse...

Olá linda! Que bom terei todo o gosto em encontrar-te. Manda-me um e-mail que depois respondo com os dias que vou tar no Porto e o meu contacto.
Jinhos

elisa disse...

Descansa, repõe energias e volta depressa:)!Beijinhos grandes

Insolente disse...

ha sempre uma palavra k eu n percebo na malta dos poemas... sou mesmo estupido só pode... sei lá o k é um esmo... vou voltar para o meu dicionário... beijos

lobices disse...

...uma flor, um sorriso e um beijinho...

lique disse...

É bom voltar a ver-te por aqui, amiga! As forças voltarão, com o tempo. Por agora, mantem o ritmo possível. Esperamos-te sempre.
beijo grande.

António disse...

Que se passou?
Estiveste doente?
Estás doente?
Bom! Pelo menos parece estares melhor.

Obrigado pela tua visita.
Lá escreveste:
"Mas das duas uma: ou tens uma imaginação muito fértil, ou gravas as conversas..."
A minha resposta só pode ser uma:
Gravo as conversas...eh eh eh

Beijinhos

(podes dizer-me qual foi, ou é, o teu problema?)

PB disse...

Um poema lindissimo e uma imagem maravilhosa. Os Invernos da vida, são como as estações do ano, xegam sempre ao fim. Desejo que o teu Inverno acabe depressa e que comece rapidamente a Primavera.

Pamina disse...

Olá,
Gostei de ler o poema e parei um bocadinho a ouvir a canção. Espero que brevemente te sintas melhor.
Um beijinho.

Pescador disse...

Olá menina marota !! Que estranho, já cá não vinha à muito e vejo que não tás a passar por uma fase muito boa ... espero sinceramente que tudo se resolva da melhor forma e que essa seja sempre reflexo de um sorriso no teu rosto !!
Bjs doces e as melhoras da alma !!
Pescador

LdS disse...

Obrigado pela sua visita ao meu blog. Decorre do conjunto vasto de mensagens que tem (a) que voltou (b) que ainda não está bem de qq coisa que se passou consigo. Quanto a (a) ainda bem; quanto a (b) compartilho consigo o mesmo estar. E (c) o poema é lindo e (d) o seu blog é excelente. Ver-nos-emos mais vezes. Bom feriado, boa semana e boa coragem. Ok?
JM

Friedrich disse...

Nostálgico mas compreensível nas palavras que nos despregam do chão que se pisa, fugindo daquilo que nos atormenta para se poder olhar por cima, aqueles que nos tentam pisar a nossa indiferença…

Olha sempre por cima nestas situações, que verás melhor as peças a movimentarem-se na tua direcção!

Beijos e bom regresso.

Å®t_Øf_£övë disse...

Ganha as forças de que necessitas junto a nós, com as nossas palavras que te podem ajudar, assim com as tuas nos ajudam sempre a nós.
Bom feriado.
Bjs.

GNM disse...

Como sempre um poema lindo!
Gosto sempre de vir até ao teu cantinho... é quente!

Tribunal_Beatas disse...

Que as tempestades se transformem em lindos dias, dignos de ficarem na memória como os mais felizes!
Beijinhos grandes :)

Antonio San disse...

Que a tempestade desvaneça rápido pq gostamos de ti vestida de sol e perfumada com a natureza.
Volta rápido.
Um beijo.

I disse...

um beijo !

Visible Silence disse...

As forças recuperam-se com o tempo... amor... palavras amigas...
e estas... pelo menos estas... aqui estão...
Fica bem.
Beijinhos

Raquel V. disse...

Como te entendo... é esse escrever... esse ser lido... que nos faz pé ante pé... seguir viagem ainda assim, para lá das gotas que caem...

Quem sabe... disse...

-Olá menina....que bom saber que vais espreitando....
Não vou dizer, "como te compreendo", mas te posso dizer, que tb, não têm sido dias fáceis...mas que saber que alguem passa por algo "que nos deixa assim"...mas que consegue ainda cá vir, e continuar a dar noticias, ajudas-me a fazer o mesmo...
Desculpa se pareço inadequada, mas espero que tenha conseguido exprimir....ultimamente as "minhas" palavras.....andam meias atorduadas...

Bjs salgados...e q tudo passe, mas sem sequelas.
Es especial...não me perguntes pq o digo, apenas o sinto, sempre senti...va-se lá saber pq!
:) xi-coração

Mataku-mandante em Xefe disse...

Xê! Minha pêtit nangai! A sua bróg é tão bunita ke até dá vontade de chorrár! Keru tu abraçare muintu e tu agradeçere tambê esta brog tão sensíver. Me xkurpa só, pruke não sei falarê muintu lindu, pru kauza ke sou das trópas.
Uasakidila, minha kamba sempre, sempre pekenita!
Podes ir na nossa akuartelamentu, ninguém ke não vai tu fazêre mal!